CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Erros das empresas no Twitter

Erros das empresas no Twitter

Empresas devem prestar ficar atentas em como  se comunicar com os clientes nas redes sociais, como o Twitter
 

Por: Camila Alencastro
Infográfico: Carolina Lima
O
mercado está cada vez mais digital. Mesmo quem não atua com e-commerce
deve estar atento aos meios de posicionar a empresa na internet e
comunicar-se com os clientes. Redes e mídias sociais como blog, Twitter,
perfil no Facebook, Instagram e Pinterest são já partes essenciais para
a comunicação, já que 99% dos usuários de internet do Brasil estão nas
redes sociais. Não há mais como fugir. Porém, por ser uma área de
atuação relativamente nova, ainda há diversas dúvidas quanto a como
agir, como criar um perfil, o que informar, como falar com o cliente da
era digital.
Baseada nessas dúvidas, Carolina Lima, então estudante de Publicidade e Propaganda da  Universidade
Estácio de Sá de Santa Catarina, fez uma pesquisa com 1225 pessoas
sobre perfis de empresas no Twitter. A pesquisa “Como acabar com sua
empresa em 140 caracteres”,  foi o tema do Trabalho de Conclusão de
Curso (TCC) de Carolina, que mostrou como as empresas devem se comunicar
com os clientes, perfil dos seguidores, o que eles esperam da empresa
com perfil na rede, o que mais os irritam, quais fatores os influenciam
ao seguir uma empresa etc.
O
Twitter é uma das ferramentas de comunicação online mais utilizadas. A
rede tem mais de 100 milhões de usuários, e o Brasil está em segundo
lugar no ranking, com mais de 10 milhões de usuários. Em primeiro estão
os norte-americanos, com 50,9% dos usuários, seguidos dos brasileiros
com 8,8%, britânicos com 7,2%, canadenses com 4,3%, alemães com 2,4 e
outros países totalizam 26,4%.
O
estudo informou que 87%  dos pesquisados seguem perfis de empresas.
Eles destacaram a relevância de conteúdo e promoções como os principais
fatores para seguir uma empresa. Foi observado também que 65% dos
seguidores sentem a diferença de quem atualiza os conteúdos do Twitter
de uma empresa. Além disso, a pesquisa demonstrou que tweets
repetitivos, não ter retorno de dúvida (ou ter como resposta o número do
SAC da empresa), a utilização do Caps Lock, o excesso de hashtags,
gírias ou linguagem excessivamente culta são os que mais influenciam os
usuários a deixarem de seguir o perfil de uma empresa, e muitas vezes
ainda retwitam sobre o assunto falando mal da empresa. Por isso, fique
de olho.

Confira abaixo os infográficos da pesquisa:



* Confira a pesquisa na íntegra em: www.slideshare.com/CadyShare


Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae