CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Entenda a importância da gestão de tesouraria para empresas

Entenda a importância da gestão de tesouraria para empresas

A importância da gestão de tesouraria para empresas não pode ser negligenciada. Atualmente, é muito importante que negócios de todos os tamanhos, tipos ou segmentos tenham um preciso controle do seu dinheiro em caixa, do fluxo de recebíveis e compromissos a pagar e das dívidas em crédito que a empresa assume. Só assim é possível ter uma vida financeira mais saudável e garantir um fluxo de crescimento constante.

Hoje em dia, a taxa de falência de empresas no Brasil é muito alta. De acordo com o Sebrae, 50% de todos os negócios que foram criados hoje estarão fechados nos próximos 4 anos. Existem muitas razões para isso, desde uma alta carga tributária até baixa infraestrutura para empreender. No entanto, uma das principais razões (e uma das mais negligenciadas) é a falta de preparo dos empreendedores para lidar com a gestão de tesouraria dos seus negócios.

Quer aprender a importância da gestão de tesouraria para empresas? Então siga a leitura do artigo abaixo!

O que é gestão de tesouraria?

Toda empresa tem, ou deveria ter, dinheiro na conta. Esse dinheiro consiste no faturamento obtido nos últimos tempos. Não entra em questão, por exemplo, os recebíveis que virão no futuro e nem os compromissos a pagar (ou dívidas que a empresa tenha).

Com o dinheiro em caixa, é necessário gerenciá-lo adequadamente para poder lidar com todas as demandas da empresa. Isso inclui, claro, pagar os fornecedores e funcionários, quitar as dívidas e honrar qualquer compromisso que a empresa precise honrar.

O trabalho de gerir esse dinheiro é o da gestão de tesouraria. Não é função dessa parte, por exemplo, aumentar o fluxo de dinheiro a receber e nem reduzir as despesas. Essas são funções de outras partes da empresa. O que a gestão de tesouraria faz é gerenciar o dinheiro disponível hoje para poder quitar os compromissos de hoje, de amanhã e ainda sobrar para os investimentos que a empresa precisa fazer.

Por que aprender a importância da gestão de tesouraria para empresas?

Imagine que a sua empresa venda roupas infantis customizadas e feitas à mão. O pedido é recebido online, faturado e deve ser entregue em 20 dias úteis, uma vez que é produzido sob medida para o cliente.

Esse modelo de negócios, por si só, abre uma série de problemas logísticos e de gestão de tesouraria. Em primeiro lugar, é necessário ter os tecidos em mãos antes de começar a produção. Se a confecção das peças já leva 20 dias por causa do volume de pedidos, então não dá para atrasar esperando que o tecido venha (especialmente porque comprar o tecido para cada pedido faria com que tudo ficasse muito caso).

Em seguida, há a faturação do pedido, com o dinheiro entrando em caixa. No entanto, o pedido só será entregue em 20 dias, provavelmente no próximo mês, quando será necessário pagar o frete.

Esse modelo de negócios apresenta um grande desafio de controle de tesouraria, já que um mesmo pedido gera lucros antes dele acontecer e depois que foi produzido, mas em meses diferentes do seu faturamento.

Para que a empresa possa se manter de pé e com lucro, ela precisa de uma grande gestão de fluxo de caixa. A importância da gestão de tesouraria é óbvia para quem entende um pouco de como uma empresa funciona. Basta ver, por exemplo, os 700 mil negócios que fecharam as portas por causa da pandemia do novo coronavírus. Parte disso aconteceu porque as empresas não tinham recursos em caixa para lidar com os compromissos em um cenário de baixa redução de faturamento. Nesse caso, além das consequências da crise, faltou um pouco de gestão de tesouraria para poder ter recursos financeiros para lidar com as despesas necessárias.

Como fazer uma boa gestão?

Fazer uma boa gestão de tesouraria consiste em estabelecer um calendário de pagamentos, recebimentos e entender como lidar com as demandas necessárias do jeito correto.

Em seguida, é importante ter em mente quais são as necessidades daquele modelo de negócios em específico para poder adequar a gestão do dinheiro em caixa para atender essas demandas também.

Por fim, é essencial ter algum cuidado para poder adequar a gestão de tesouraria aos planos internos da empresa. Afinal, cada negócio exige alguns planos específicos para crescer e é necessário financiar isso pelo controle de dinheiro em caixa.

Agora que você já aprendeu qual a importância da gestão de tesouraria para empresas, é hora de colocar a mão na massa e começar a controlar melhor o fluxo de dinheiro da sua empresa. Apenas com um bom controle dessa parte será possível fazer o seu negócio crescer de maneira sustentável e, o mais importante, garantir que ele sobreviverá aos principais riscos do mercado brasileiro.

E você, já sabe como fazer uma boa gestão de tesouraria? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

 

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Lucas W. PelisariNovo na comunidade