CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Empresária aposta no serviço de delivery de sapatos

Fonte: G1  (adaptado)
Pequenos empresários  investem na fabricação própria de sapatos e têm
conseguido atrair clientes com diferenciais como atendimento delivery e
vendas pela internet. 

 

Adriana Pedroso é designer de sapatos e, há 3 anos, montou um ateliê em
São Paulo, com investimento de R$ 220 mil. Além das vendas na pequena
loja, a empresária apostou no delivery, que já é responsável por 15% das
vendas. O faturamento anual da empresa é de R$ 1,2 milhão.
Para fazer o pedido, a cliente escolhe o modelo no site e liga para a
loja. A empresária separa o sapato escolhido e envia também outras
opções, num total de 10 pares, para que a cliente possa experimentar à
vontade e fazer as combinações dos sapatos com as peças que tem no
guarda-roupa.
A designer é quem cria os modelos. Todos exclusivos. A fabricação é
terceirizada. 
Agora, Adriana quer investir mais no serviço de delivery e aumentar o
número de clientes cadastradas.

Mercado de  sapatilhas
No Brasil, só no ano passado, a produção de calçados chegou a 790
milhões de pares e movimentou mais de R$ 2 bilhões. Segundo a associação
brasileira das indústrias de calçados, hoje, o país é o terceiro maior
produtor mundial e o oitavo maior exportador do produto. O empresário Azad Gananian é outro que lucra com a produção e venda
sapatos. O negócio é bem antigo, uma herança de família. A empresa fica
na Zona Norte de São Paulo, numa área de 700 metros quadrados. Na parte
da frente fica a loja e nos fundos, a fábrica. Lá trabalham 12
funcionários.
Rapidez na entrega tem representando um diferencial importante na hora
de fechar negócio.
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae