Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Elisão fiscal: entenda como sua empresa pode pagar menos impostos

Elisão fiscal: entenda como sua empresa pode pagar menos impostos

Os impostos são um dos principais inimigos dos empresários brasileiros, especialmente para quem tem negócios pequenos, que ainda estão em seu processo de evolução. A carga tributária do país é pesada, e pode levar muitos empreendimentos a não ter praticamente nada de lucro, o que acaba sendo desanimador e frustrante. Contudo, ao contrário do que muitos pensam, sonegar impostos não é a única forma de se esquivar dessa questão, além de ser ilegal e altamente arriscado.

A elisão fiscal é uma alternativa dentro da lei que possibilita aos empresários reduzirem a quantidade de tributos pagos anualmente. Trata-se de um planejamento adotado pela empresa para reduzir a base de cálculo do tributo, evitar sua incidência e postergar o pagamento dos tributos sem multas. Não é uma tarefa fácil, já que é preciso estar bem por dentro da legislação que envolve o setor do seu negócio, mas com a ajuda de profissionais qualificados, pode ser possível obter progresso em um ritmo mais rápido.

Tudo varia de acordo com o mercado em que está atuando, então o segredo está em explorar bem as vantagens que cada um oferece. Um exemplo: qualquer empresa voltada para o ramo esportivo pode tentar se encaixar na lei de incentivo, que a isenta de diversos tributos, de forma totalmente legal. Quem não pode contar com esse recurso tem a possibilidade de usufruir de outras alternativas, como o adiamento do faturamento de certos impostos; nesse caso, ao invés de caírem no último dia do mês, eles caem no primeiro dia do mês seguinte, aumentando o prazo de pagamento.

Para que a elisão fiscal funcione, é essencial que a empresa tenha um excelente planejamento financeiro. É preciso levar qualquer coisa em consideração, como faturamento mensal, margem de lucro, custos, despesas, salários de funcionários e benefícios, talvez sendo necessário consultar cartão alimentação e outros. Tendo em mente cada pilar do seu negócio, fica mais fácil identificar todos os tipos de impostos que estão sendo pagos e definir o que pode ser reduzido.

A escolha do regime tributário também é decisiva, pois é isso que definirá todos os impostos que a empresa pagará ao longo do ano. Seja o Simples Nacional, o Lucro Presumido ou o Lucro Real, cada um tem seus prós e contras, e se encaixa melhor com tipos específicos de negócios. Caso não esteja satisfeito com seu atual, é possível alterar uma vez ao ano, então pesquise bastante antes de fazer qualquer mudança.

You must login to add a comment.

Posts relacionados