Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Edtechs crescem 26% no Brasil durante a pandemia e transformam educação corporativa

Edtechs crescem 26% no Brasil durante a pandemia e transformam educação corporativa

Levantamento realizado pelo CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira) e pela Abstartup (Associação Brasileira de Startups do Brasil), que consolida dados coletados entre 2019 e 2021, mostrou que as edtechs, empresas que utilizam tecnologia para criar soluções inovadoras para a área de educação, cresceram 26% durante a pandemia de Covid-19. Só em 2021, já representavam 5,7% das startups de maior destaque no Brasil, as chamadas Emerging Giants. 

 

As edtechs devem movimentar, globalmente, mais de US$ 350 bilhões até 2025, segundo o Distrito Report.

 

“Processos de onboarding, feedbacks, treinamentos e outras atividades educacionais corporativas que eram realizadas sempre presencialmente, tiveram que se adaptar às telas do celular e do computador na casa dos colaboradores”, explica Eduardo Mitelman, CEO da DNA Conteúdo, desenvolvedora de escolas online que traz um olhar disruptivo para as experiências de educação.

 

O executivo explica que a complexidade desse processo vai muito além de gravar uma vídeoaula e reproduzir em uma tela. “Um exemplo claro disso é o onboarding, que tem a meta de passar a cultura da empresa para o funcionário. E como fazer que isso funcione bem em um momento onde cada colaborador está em lugar diferente? Como a cultura pode ser compartilhada sem a presença física ou mesmo em uma estratégia híbrida de trabalho? O que a gente pensa na DNA é em criar experiências de onboarding, não apenas uma videoaula. Para trazer o funcionário para perto, pensamos sempre em uma trilha humanizada e personalizada, desde o momento em que o funcionário é aprovado, criando uma experiência única e eficaz de treinamento”.

 

“Cada pessoa aprende de um jeito, e quando ela aprende, ela se potencializa, potencializando também o seu entorno. Por isso o aprendizado precisa ser eficaz e garantir resultados muito claros para os indivíduos. É mostrar que para ser relevante hoje, é necessário aprender todos os dias”, ressalta Eduardo. 

Revolução nos processos educacionais corporativos  

As edtechs trazem a transformação dos métodos de aprendizado por meio da tecnologia, utilizando meios como a robótica, e-learning, gamificação, Inteligência Artificial (IA) e, como no caso da empresa de Eduardo, o edutainment, que é a junção do entretenimento com a educação. Ele oferece aos clientes um leque de opções que passa por soluções e ferramentas como screen training, academia online, transmissão ao vivo, infográficos, vídeos institucionais/onboarding, cine aula, reality training, além de um serviço exclusivo que oferece ao cliente corporativo a possibilidade de criar seus próprios vídeos com qualidade profissional.

 

“Por meio de nossas experiências de aprendizagem digital, fazemos a ponte entre o conteúdo e o público que o negócio deseja impactar. Com isso, temos dois grandes objetivos: fazer com que o colaborador de fato aprenda e trazer resultados consistentes para os nossos clientes, criando experiências inovadoras de aprendizado, atrelando as metas do negócio ao treinamento”, aponta Eduardo.

 

“A gente acredita que os treinamentos corporativos precisam sempre estar vinculados a metas, e esse é um grande diferencial nosso”, finaliza o executivo.

 

A pesquisa FIA Employee Experience (FEEx) confirma a importância da educação corporativa. Entre os lugares incríveis para trabalhar, segundo a pesquisa, 91% adotam práticas formais nesse sentido, enquanto entre todas as empresas participantes da pesquisa esse número é de 65%, o que mostra a importância das edtechs no meio organizacional.

You must login to add a comment.

Posts relacionados