CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

E-commerce: o poder da associação das marcas

E-commerce: o poder da associação das marcas

Ecommerce5Em artigo publicado no Webinsider, o especialista em e-commerce Cristiano Chaussard afirma que ficar de fora do comércio eletrônico hoje significa perder o “cavalo encilhado”. “Ver o bonde passar e apenas curtir o movimento evolutivo dos passageiros. A popularização das plataformas de e-commerce tem permitido que empresas de qualquer porte invistam nestas soluções e obtenham resultados além da imaginação. Elas estão aí para serem exploradas, tanto no atacado, em cadeia de distribuição (B2B) como no varejo, ao consumidor final (B2C). Estão aí para quebrar as barreiras físicas da loja tradicional”.

De acordo com ele, no ímpeto de vender online, o empreendedor pode cair em armadilhas. “Pode, por exemplo, associar-se a marketplaces ou shoppings virtuais que também não têm uma marca poderosa e, portanto, nada agregam à estratégia de presença online do lojista. Outra armadilha muito comum nos marketplaces é a promessa milagrosa de alta lucratividade com esforço zero, terceirizando toda a operação de e-commerce. E tem quem acredite no resultado instantâneo sem esforço do lojista!”, alerta.

Para Chaussard, uma das saídas inteligentes é associar-se, sim, com uma marca forte, nacionalmente conhecida e que seja referência no seu mercado. Isso sim pode ser um grande acerto no alvo. A maior tendência mundial, neste tema, é a migração dos shoppings center físicos para o mundo virtual, agregando comodidade e aumentando o público visitante e consumidor. Outra grande possibilidade é a atuação das associações empresariais agregando suas marcas ao lojista e criando um ambiente confiável de compras online.

Para saber mais, leia a íntegra do texto.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae