CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Dicas de Especialista para produção de camisas e camisetas de malha

Dicas de Especialista para produção de camisas e camisetas de malha

Camisas e Camisetas_2

Esta é uma das dicas do especialista contida na publicação Ideias de Negócios para 2014 – Camisas e Camisetas de Malha: As estimativas de demanda adicional para camisas de malha com identidade local são diretamente proporcionais ao número de viajantes que visitarão nosso país nos próximos anos.

Os produtos têm demanda durante todo o ano, inclusive fora do mercado turístico. E as melhores margens de lucros são encontradas em empresas nas quais a criatividade e a inovação são aspectos relevantes da sua estratégia. A necessidade de reduzir custos é uma prioridade para os pequenos empreendimentos, por conta das fortes limitações materiais que os levam a ter custos unitários maiores.

São esperados 600 mil visitantes estrangeiros em visita ao Brasil durante os eventos esportivos. Além disso, 3,1 milhões de brasileiros estarão viajando pelo país ao longo do torneio. Todo esse pessoal estará visitando pontos turísticos e comprando lembranças dos locais por onde passa.

Estima-se que, só com a Copa 2014, a economia do país terá um incremento de R$ 183 bilhões até 2019.

Os números do turismo demonstram que o viajante pelo Brasil ainda é essencialmente brasileiro. Mas as projeções para os grandes eventos esportivos é que a disparidade diminua entre os números de brasileiros e estrangeiros: durante a Copa, para cada 5 turistas brasileiros deve existir 1 estrangeiro.

Espera-se que a Copa do Mundo da FIFA 2014 e as Olimpíadas Rio 2016 contribuam para aumentar o afluxo de turistas internacionais no Brasil, dos atuais 5 milhões ao ano para 7,5 milhões de visitantes até 2014, devendo atingir 9 milhões de turistas em 2018. E eles irão circular por várias cidades e regiões, inclusive, usando camisas com identidade local e outros produtos que irão adquirir durante as viagens.

A necessidade de conhecer melhor o perfil do turista que visitará o nosso país durante os megaeventos esportivos, levou o Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a realizar uma pesquisa com os turistas que foram à Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Acredita-se que o perfil dos visitantes que virão ao Brasil é bastante semelhante.

Constatou-se que 83% são homens, 70% têm entre 25 e 44 anos, 60% solteiros e 86% concluíram, no mínimo, o curso superior. 87% pagaram a viagem com recursos próprios e gastaram em média R$ 11,4 mil, sem contar as despesas com passagem. Entre os seus principais gastos estão alimentação e bebidas, hospedagens, transporte local e bilhetes para os jogos. 52% afirmaram que realizariam algum gasto com compra de presentes e lembranças.

Esses turistas, que pernoitaram em média 17,6 vezes na África do Sul, possuem renda familiar média de R$ 23 mil. 83% deles afirmaram que iriam fazer turismo adicional, ou seja, realizar atividades não relacionadas ao evento esportivo. Vale ressaltar que quem fez turismo adicional ficou, em média, três dias a mais no país africano. 69% hospedaram-se em hotéis e pousadas e 87% estavam pela primeira vez no país. A pesquisa também revela que cada turista visitou, em média, 3,8 cidades sul-africanas. Entre os entrevistados, 92% sabiam que o Brasil seria a sede da próxima Copa e 20% deles já haviam visitado o nosso país.

Os turistas sempre demandam produtos que lhe proporcionem conforto, proteção e bem-estar durante a viagem e que sirvam como recordações dos bons momentos vividos em suas viagens. Em geral, eles procuram lembranças que estreitem sua relação com a cidade, o país, os locais visitados, as experiências vividas.

As expectativas de negócios com a produção e venda de camisas de malhas estampadas com motivos locais e regionais, para venda a turistas e viajantes durante os eventos da FIFA no Brasil são bastante otimistas.

Para aumentar a demanda e o impulso de compra das camisas de malha com motivos iconográficos de identidade local nos pontos de vendas, os confeccionistas desses produtos têm sido muito criativos e inovadores, utilizando imagens relacionadas com a nossa flora, fauna, símbolos, cultura, praias, locais famosos e eventos turísticos locais.

Saiba mais sobre esta opção de negócios com foco no turismo do Brasil, na publicação Ideias de Negócios para 2014 – Camisas e Camisetas de Malha. Além de informações sobre o mercado, você obterá orientação sobre aspectos de custos, estrutura, fontes de recursos e legislação, entre outras.

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga