CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Dez dicas para ter sucesso no e-commerce

O volume de negócios realizados por meio do comércio eletrônico
não para de crescer no Brasil. Segundo estimativas feitas por consultorias
especializadas, essa modalidade de comércio faturou R$ 16 bilhões somente no
primeiro semestre de 2014 e deve continuar crescendo cerca de 10% ao ano até
2017. 
Pensando nos donos de micro e pequenos negócios que buscam se
qualificar para atuar nesse segmento, o Sebrae elaborou
uma série com dez dicas que estão disponíveis no canal
da instituição no Youtube
Os vídeos abordam questões como a importância da utilização de
ícones na navegação, a necessidade de acelerar o tempo de carregamento das
páginas e facilitar as operações de compra on line e trazem orientação para decisões
estratégicas, como a escolha correta das embalagens para cada tipo de produto.
1 – Facilite o fluxo de compra e permita que o processo seja curto
O cliente deve conseguir
chegar ao produto que ele quer com, no máximo, três cliques. Para isso, a
organização dos itens deve ser como uma prateleira, com filtros de busca úteis
e inteligentes. Além disso, internauta nenhum perde tempo preenchendo vários
campos de formulários inacabáveis, incontáveis páginas até confirmar uma
compra. Então, seu formulário tem que ser o mais prático e objetivo possível.
Uma possibilidade que agrada muito é o armazenamento de dados para compras
futuras. É importante ficar de olho nas normas sobre a retenção de dados do
consumidor.
2- Faça uso de ícones que facilitarão a navegação e marcação
visual por parte dos clientes
É possível facilitar a navegação do consumidor pelo site, usando
ícones que agilizam a compreensão do consumidor. Com os desenhos, basta um
clique para que o comando seja feito. Coloque o ícone do carrinho de comprar em
seusite e
informações como o número do pedido, endereço, prazo para entrega e contato do
fornecedor também podem vir representadas por ícones. Se o sitefica mais
rápido e fácil de navegar, o retorno do cliente é garantido.
3 – Apresente “feedback” às interações dos usuários 
O cliente tem que estar por dentro de todos os passos de uma
compra virtual. Da apresentação do produto à entrega. Quem compra on line quer o
máximo de clareza. E, para isso, o feedback tem
que ser constante. Afinal, em uma loja virtual, o cliente precisa saber se a
compra está dando certo ou não. O tempo máximo de carregamento de uma página
deve ser de cinco segundos. O ideal é que o tamanho máximo dela seja de
um megabyte. Se passar
disso, o melhor é dividir em partes.
4 – Dê mobilidade ao seu site
Navegar na internet pelo
telefone celular já faz parte da rotina de milhões de usuários. A cada dia,
mais gente acessa a rede usando dispositivos móveis. Mas, na hora de adaptar
seu site de
compras para a tela do celular, alguns cuidados merecem atenção. O negócio é
optar por um layout que
facilite a navegação. Na compra on
line
 pelo celular ou tablet,
o cliente quer a mesma eficiência que ele busca quando acessa o site da loja
em um computador de mesa. Por isso, os conteúdos, produtos e serviços do e-commerce devem
ser mantidos. E o destaque que eles têm no computador convencional deve ser
adaptado para a navegação móvel. Isso pode fazer toda a diferença para sua loja
virtual.
5 – Invista em boas fotos dos produtos
Tirar fotos em boa qualidade dos produtos é essencial para que o
cliente possa ver todos os detalhes e tenha confiança para fazer a compra on line. Uma boa
maneira de apresentar suas fotos é humanizar as imagens, colocando pessoas
usando os itens exibidos. Isso destaca a beleza do objeto e dá até uma ideia do
tamanho dele. Por isso, a fotografia tem que ser bem produzida e muito bem
pensada. Como pela internet o
cliente não toca nos itens, o ideal é tirar foto de todos os ângulos possíveis.
6 – Agregue valor à sua marca
Depois de abrir a loja virtual, o empresário precisa conquistar
clientela e consolidar sua marca. E para que o público identifique uma marca
facilmente, é preciso mais que um bom jingle ou
uma logomarca bem desenhada. O mais importante para que a marca se fixe na
cabeça das pessoas é conseguir ter credibilidade. Esse tem que ser um trabalho
constante. Atenda aos prazos de entrega, cumpra o que prometeu. Entregue o
produto correto, com cor, tamanho e tipo escolhidos pelo seu cliente e ofereça
produtos de qualidade. Resolva equívocos com rapidez e mantenha um bom
relacionamento com seu público. Tudo isso garante que sua marca voe longe e
alcance novas cidades e até países.
7 – Fique atento ao tempo de carregamento
A velocidade de carregamento das páginas é decisiva na hora da
compra. O cliente não espera além do necessário. A loja virtual pode até ser
atraente e oferecer o produto desejado, mas se o site demora pra abrir, já era. O possível
comprador parte para outra. Imagem pesada só serve pra atrapalhar o tempo de
carregamento de uma página. Por isso, em um site de compras, as imagens têm que ser usadas no
formato e tamanho adequados para uma navegação rápida. É essencial melhorar o
desempenho das páginas sempre. Isso pode garantir o sucesso da sua loja
virtual.
8 – Invista em logística e utilize embalagem adequada
Para manter o bom atendimento da loja virtual e garantir o
sucesso do empreendimento, o empresário tem que acompanhar tudo. Cliente nenhum
gosta de esperar além do previsto para receber um produto e cumprir o prazo de
entrega é importantíssimo. Mesmo no comércio on line, você deve manter o controle do seu estoque e
uma logística de ponta. Na hora do envio, tudo deve ser muito bem embalado.
Afinal, a embalagem é a proteção da mercadoria e o cartão de visitas da loja.
Marca e identidade visual também entram nesse pacote. Por isso, além de eficaz
e segura, a embalagem também deve encantar o cliente. Peso, tamanho,
fragilidade é o que determina a escolha do material e a forma da embalagem.
9 – Otimize a busca pelo seu site
Uma loja on
line
 pode atingir consumidores de qualquer lugar do mundo, mas
é preciso saber ganhar destaque na internet.
Um jeito de deixar a empresa mais competitiva é o Search Engine Optmization,
ou SEO: um conjunto de métodos que melhoram a visibilidade da sua página
em sites de
busca. Além disso, ter estratégias de SEO traz uma série de vantagens, como
reduzir a taxa de rejeição do site,
ter um bom tempo de navegação e melhorar a visibilidade. Quanto mais links da
sua loja aparecerem em páginas externas, mais ela ganha relevância na internet e
sobe cada vez no ranking das
buscas.
10 – Cumpra a legislação do setor e deixe claras as políticas do
site
Existem normas recomendadas e leis específicas que buscam
garantir tranquilidade para cliente e lojista na hora de resolver problemas com
uma compra. O empresário tem que estar atento à norma ABNT NBR ISO 10008 e ao
decreto 7962. A razão social da empresa e o número do Cadastro Nacional de
Pessoa Jurídica (CNPJ) devem estar em local visível no site, o cliente
também precisa saber onde achar a empresa: coloque os seus endereços físico e
eletrônico e outras informações que facilitem a localização e o contato com a
loja. Se o cliente gostou, mas não serviu, ou não gostou do produto quando o
viu, ele tem todo direito de trocar. E as políticas de troca da empresa têm que
estar claras para qualquer um saber como proceder. Lembre-se também de explicar
detalhadamente ao consumidor sobre despesas extras, como frete, por exemplo.
Caso o produto esteja em oferta ou sob uma condição especial de venda, deixe claro
como funciona sua promoção, assim como o prazo de duração. 
Mais informações:
Assessoria de Imprensa Sebrae
(61) 3243-7851
(61) 3243-7852
(61) 2104-2768
(61) 2104-2770

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae