CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Consumidores brasileiros são os mais conectados do mundo. Sua loja está pronta?

Consumidores brasileiros são os mais conectados do mundo. Sua loja está pronta?

Escrito por Thiago Borges

Os consumidores do Brasil são os que mais interagem com o varejo por meio das tecnologias. É o que aponta a pesquisa “Smarter Consumer”, apresentada pela IBM durante o Brazilian Retail Week, maior evento de varejo do País, realizado em São Paulo.
De acordo com o levantamento realizado com 30.624 pessoas em 13 países maduros e emergentes, o número de pessoas que não usam tecnologia alguma para comprar ou obter informações caiu de 7% para 4% no Brasil entre 2009 e 2010. Na média mundial, a queda foi de 20% para 14%. Por aqui, 28% usam um meio tecnológico para isso e 68% dos consumidores interagem com mais de um meio.
Segundo Alejandro Padron, líder em serviços de varejo da IBM, isso acontece por dois motivos: o primeiro é que o brasileiro não usa manual de instruções, por isso procura informações de uso em outros lugares; e o outro é porque aqui o povo é mais aberto a essas inovações. “A inovação do varejo tem mais espaço para acontecer aqui do que lá (nos Estados Unidos ou na Europa”, atesta Padron.
Os principais meios de interação usados pelos consumidores brasileiros, segundo a IBM, são:
•sites: passou de 75% de adesão para 83% em um ano. Nada de muito novo, diz Padron.
•quiosques: subestimados pelos varejistas, que poderiam seguir exemplos de bancos e aeroportos, passaram de 48% para 51% de adesão do público.
•mobilidade: deu um grande salto, quase dobrou a adesão. Entre 2009 e 2010, o número de pessoas que usavam celular ou tablet para interagir passou de 20% para 38%. “O uso disso aqui vai mudar a vida de vocês, gostem ou não”, lembra Padrão TV digital: apesar de incipiente, o percentual de pessoas que se dizem propensas a comprar na telinha cresceu de 32% para 44%.
O que o cliente quer?
Basicamente, a principal queixa dos compradores brasileiros é a demora na retirada do produto. Eles podem passar três horas nos corredores do supermercado, mas não suportam esperar cinco minutos na fila.
Portanto, o que o cliente quer é:
1.ser ouvido
2.ser conhecido
3.ter a vida facilitada a partir dos dois pontos anteriores
4.e ser servido e orientado pelo varejista
Você está pronto para essa nova realidade?
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae