Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Consulta por preços antes da Black Friday já iniciaram

Consulta por preços antes da Black Friday já iniciaram

A Black Friday de 2021 acontecerá em 26 de novembro, mas muitos consumidores já iniciaram suas buscas pelos preços dos produtos que desejam para já saber o que querem comprar e quanto estão dispostos a pagar pelo produto no dia.

Segundo um estudo realizado recentemente pela empresa UOL, 92% brasileiros pesquisam por preços de serviços e produtos antes de fazer compras na data, sendo que esta antecedência chega a ser de dois meses ou mais em 57% dos casos, ou um mês para 21% dos consumidores.

O estudo da UOL apontou ainda que além do preço, os principais fatores que os consumidores ficam de olho para uma compra online são: valor do frete ou frete grátis, prazo de entrega, credibilidade ou segurança do site ou aplicativo, cashback e facilidade no pagamento.

Black Friday ou Black Fraude?

Quem já acompanha o pós black friday no Brasil sabe que o que não faltam são consumidores relatando manipulações de preços de produtos para simular descontos maiores.

Portanto, neste hábito de pesquisa de preços com antecedência o consumidor já adiciona a tradicional desconfiança de não encontrar grandes descontos na Black Friday e a percepção de que os preços só vão aumentar e que vai ser muito difícil ter grandes promoções.

Sites de comparação e históricos de preços

Além da pesquisa por conta própria, outro hábito que o público disposta a gastar na black friday tem adotado é utilizar ferramentas de comparação de histórico de preços. Existem alguns sites e apps que disponibilizam o serviço, um exemplo é o Zoom.

Além disso, os portais especializados na indicação de produtos também têm feito este trabalho “difícil” para os consumidores. É o caso do Uma dica por dia, que criou uma página onde filtra e armazena o preço oficial do produto alguns meses antes da Black Friday para que ninguém caia em falsas promoções.

Em resumo, o consumidor precisa ter muita atenção na compra dos produtos na Black Friday, mas além deles, as lojas e marketplaces devem se atentar ainda mais e “jogarem limpo”, já que a percepção da data pelo brasileiro vem ficando pior a cada ano devido as falsas promoções – sem falar dos golpes no período, que pode ser um tema para outro artigo por aqui.

You must login to add a comment.

Posts relacionados