CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Conheça o caqui, uma fonte de saúde e oportunidades

Conheça o caqui, uma fonte de saúde e oportunidades

081

Fruto muito apreciado devido ao seu sabor doce e agradável, o caqui contém alto teor de vitamina A e possui quantidades consideráveis de fibras, que são essenciais para regularizar as funções intestinais. Pesquisas afirmam que, além dessas propriedades, o caqui também contém antioxidantes, o que torna a fruta uma poderosa arma contra os radicais livres. Isso possibilita a prevenção de algumas doenças, como diabetes, aterosclerose e, inclusive, o câncer – enfermidades que estão ligadas à presença de radicais livres no organismo.

Cultivo

No Brasil, o período de produção da fruta se estende de fevereiro a julho, com pico nos meses de abril e maio. O aproveitamento industrial é muito baixo no país, mas da fruta pode-se produzir o vinagre e a passa de caqui, muito apreciada pelos descendentes de japoneses.

Instalado o pomar, o caquizeiro entra em frutificação a partir do terceiro ano e daí em diante a produção vai crescendo progressivamente, até por volta do 15º ano, quando praticamente se estabiliza. De modo geral, uma planta adulta, em pomares bem conduzidos, produz de 100 a 150 kg de frutos por ano.

A colheita dos frutos é feita quando eles perdem a coloração verde e adquirem a tonalidade amarelo-avermelhada. São, em seguida, transportados para galpões, onde são classificados e embalados.

Mercado

A produção de caqui no Brasil se destina, na sua quase totalidade, ao consumo da fruta fresca. A passa de caqui é um produto altamente nutritivo, de sabor bastante agradável, cujo consumo, em nosso país, se restringe aos membros da colônia japonesa, talvez devido ao fato de ser produzida em pequenas quantidades.

Os frutos destinados à secagem devem ser colhidos “de vez” e não necessitam ser destanizados. A relação entre o peso dos frutos frescos e o de caqui-passa é de, aproximadamente, cinco para um.

O caqui pode também ser usado para a produção de vinagre, proporcionando alto rendimento em mosto para fermentação, do qual resulta um produto de excelente qualidade.

Esse processo tem como vantagem a possibilidade de aproveitamento dos frutos que normalmente são descartados. Obtêm-se 60 litros de vinagre com elevada graduação acética a partir de 100 kg de caquis maduros.

Empreendedor, saiba como obter informações essenciais para a abertura de um negócio neste ramo. Acesse: http://www.dce.sebrae.com.br/bte/bte.nsf/86F264813D95F8F503256FF00060F1D2/$File/NT000A6DF2.pdf

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae