CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como se tornar um fornecedor dos Correios?

Como se tornar um fornecedor dos Correios?

Correios_1

Vender para o governo é um bom negócio. Hoje as micro e pequenas empresas podem contar com essa alternativa para ampliar suas vendas, principalmente devido ao advento da Lei Complementar 123/2006. Esta LC dispõe sobre as obrigações da Administração Pública estabelecendo condições favoráveis às micro e pequenas empresas, para a contratação com o governo, por meio das licitações públicas. Tornar-se um fornecedor de bens e serviços para o governo nas esferas municipal, estadual e federal nunca foi tão próximo da realidade das MPE.

Uma das empresas públicas que oferecem boas oportunidades para venda são os Correios. Para se ter uma ideia da amplitude da empresa, podemos citar que ela está presente em todos os municípios brasileiros, despacha 36 milhões de postagens diárias, contrata 125 mil empregados e possui 6.400 agências próprias espalhadas pelo país, fora as franqueadas.

O empresário deve estar se perguntando o que pode oferecer para os Correios. Pois bem, os Correios compram periodicamente fardamentos (camisas, bermudas, calças, bonés e tênis) e materiais (papel, envelopes, toners, material de escritório, viseiras e impressos).

De acordo com Ercole Tramontano, chefe da Central de Suprimentos dos Correios, em 2013 a grande maioria das contratações de bens e serviços foram feitas através de pregão eletrônico, por grandes empresas e somente 5% foi comprado através de empresas de pequeno porte. Diante dos números, percebe-se que ainda há um mercado extenso e promissor a ser explorado.

Abaixo alguns passos que podem auxiliar o empresário nas vendas aos Correios:

  1. Buscar no site dos Correios (www.correios.com.br) as informações sobre as licitações a serem abertas e seus respectivos Editais, atentando para a documentação de habilitação exigida;
  2. Providenciar cadastro e senha de acesso ao sistema Licitações-e (www.licitacoes-e.com.br) do Banco do Brasil, ambiente virtual no qual ocorrem os pregões eletrônicos;
  3. Efetuar cadastro no SICAF – Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (www.comprasnet.gov.br), obrigatório pelo § 1º do Art. 25 do Decreto n.º 5.450/2005. Para mais detalhes acesse: SICAF e Comprasnet.

Nas compras até R$ 16.000,00 o processo pode ser ainda mais simples, pois é possível a apresentação da empresa por meio de visitas às áreas de contratação das Diretorias Regionais e existe a possibilidade de encaminhamento de propostas via fax.

Há um certo receio por parte do empresário iniciante no assunto compras públicas, mas o retorno de todo esforço é rentável e válido. Organizando-se para vender aos Correios, o empresário está ganhando tempo com um planejamento eficiente que poderá lhe ser útil em muitas outras contratações.

Conheça as vantagens de ter os Correios como parceiro e cliente e outras informações sobre o assunto fazendo download da apresentação “Correios – Fomenta 2013” no link do Fomenta, evento que divulga oportunidades em compras públicas: http://www.fomentanacionalsebrae.com.br/downloads e em www.correios.com.br.

Fique por dentro das novidades sobre compras institucionais no link: http://sebraemercados.com.br/?author=25 com textos novos toda semana.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae