CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como se tornar um fornecedor do Exército Brasileiro?

Como se tornar um fornecedor do Exército Brasileiro?

II Exercito

Investir em compras públicas pode ser um novo caminho para ampliar, potencialmente, as vendas dos micro e pequenos empreendedores. Após o desenvolvimento do marco regulatório que normatiza os contratos de licitação, as compras institucionais tornaram-se mais competitivas e acessíveis às empresas de pequeno porte. Pode-se destacar o Decreto 6.204/2007 que regulamenta o tratamento diferenciado para as MPE e a Lei Complementar 123/2006 que dá preferência para as mesmas.

No momento da decisão sobre a participação em processos de licitação de determinada empresa ou órgão público é importante conhecer as peculiaridades de cada um ao se tratar da compra de bens e serviços.

Se o empresário já se interessou pelo assunto e deseja saber mais informações e para quem vender, que tal ser fornecedor do Exército Brasileiro? O Exército possui um comando especializado na área de suprimentos e responsável pela compra de produtos, o COLOG – Comando Logístico do Exército Brasileiro.

E o que o COLOG compra?

  • Classe I (alimentos) – compras descentralizadas por Região Militar;
  • Classe II (material de Intendência) – compras de fardamento, coturnos, tênis, sapatos, roupa de cama, insígnias, chapéus, barracas, mochilas, etc.;
  • Classe V (lubrificantes para armamento) – óleos minerais e sintéticos, graxas para armamentos em geral;
  • Classe IX (viaturas militares e administrativas) – caminhões, automóveis de passeio, viaturas militares e militarizadas, ambulâncias, caminhão baú, caminhão frigorífico, caminhão pipa, caminhões para transporte de cargas vivas, cisternas de água e óleo, ônibus, contêineres, motocicletas, peças de manutenção, ferramentas, etc.

Alguns números de 2012 podem dizer o quão atrativo é o Exército para as empresas que desejam adentrar ou que já estão no mercado de compras públicas. O COLOG realizou no ano passado 60 pregões, teve uma movimentação de R$ 3,5 bilhões e os valores empenhados só para as micro e pequenas empresas foi de cerca de R$ 115 milhões.

Para concorrer aos processos de licitação do Exército é necessário conhecer a legislação sobre pregão eletrônico e cadastrar-se no Comprasnet. Algumas orientações para o cadastro:

  • O cadastramento como fornecedor, para recebimento de informações via email, se faz diretamente no site do Comprasnet.
  • É necessário fazer inscrição no SICAF (Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores). Leia mais sobre o SICAF.
  •  Toda documentação necessária para cadastramento e habilitação consta no site Comprasnet (acesso livre – SICAF / Publicações / Manuais-FAQ / Natureza Jurídica). Informações mais detalhadas, leia o boletim: Comprasnet.

Saiba mais sobre como vender para o Exército fazendo download da apresentação “Exército – Fomenta 2013” na página do Fomenta, evento que divulga oportunidades em compras públicas: http://www.fomentanacionalsebrae.com.br/downloads e em www.eb.mil.br.

Para saber mais sobre como vender para diversas empresas e órgãos públicos e novidades sobre compras institucionais acesse: http://sebraemercados.com.br/?author=25.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosNovo na comunidade