CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como otimizar o delivery do seu restaurante

Como otimizar o delivery do seu restaurante

O setor alimentício é o 5º que mais cresce no Brasil. E abrir um delivery online é uma boa pedida para quem deseja investir no próprio negócio.

Esse crescimento se dá por conta da rotina agitada e cansativa das grandes metrópoles.

Cada vez mais as pessoas querem economizar e ganhar tempo para descansar ou se dedicar a outras tarefas.

Se você tem planos de abrir um restaurante de entregas, preparei ao longo do texto uma série de dicas que podem te ajudar neste processo.

Vou começar pelo básico! Para abrir um delivery são necessários os seguintes alvarás e documentos regulamentadores:

  • Inscrição Estadual;
  • CNPJ;
  • Alvará de funcionamento e localização;
  • AVCB;
  • Certificado de Responsável Técnico;
  • Certificado de Limpeza e Desinfecção dos Reservatórios de Água;
  • POP de Controle de Pragas;
  • POP de Higiene do Ambiente;
  • POP de Higiene Pessoal;
  • POP de Potabilidade de Água;
  • POP de Higienização de Frutas, Verduras e Legumes;
  • POP de Controle de Recebimento de Mercadorias.

Por isso, requer alguns cuidados com alvarás, licenças, administrar um delivery e muito mais que você entenderá no decorrer deste artigo.

Para saber onde solicitar cada licença e sua funcionalidade, é só ler o próximo bloco.

Como conseguir alvará para delivery?

Embora muitas pessoas acreditem que não, esse modelo de negócio precisa ser regulamentado e possuir alvarás para funcionamento.

Para abrir um restaurante de entregas é necessário tirar um alvará de funcionamento. A maioria dos empresários não esperam até ter o alvará em mãos para abrir seu negócio.

Mas esse é um risco desnecessário, já que, para segurança dos clientes e do próprio restaurante, o alvará garante a procedência e a regularidade do seu empreendimento.

Ainda mais se suas entregas forem do ramo alimentício, que, caso afirmativo, é necessário um alvará da vigilância sanitária.

Para conseguir os alvarás necessários, é preciso solicitá-los na prefeitura do seu município.

No entanto, por depender dos processos de cada secretaria, é difícil estabelecer um prazo ou uma média para as liberações.

Dessa forma, você precisará se informar na prefeitura da sua cidade para uma resposta mais acertada.

Os documentos que você solicitará são:

  • Inscrição Estadual: é solicitado junto a Secretaria da Fazenda do seu estado e é necessário em casos de venda, transporte ou movimentação de produtos, como caso do delivery.
  • CNPJ: o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica pode ser adquirido pela abertura de uma empresa, ou microempresa (caso dos MEIs), na prefeitura da sua cidade.
  • Alvará de funcionamento e localização: o alvará de funcionamento e localização é solicitado na prefeitura do seu município.
  • AVCB: o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros é emitido pelo Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do seu estado.
  • Certificado de Responsável Técnico: o ideal é que o responsável técnico do seu restaurante questione e tire suas dúvidas com alguém da vigilância sanitária, para saber quais são as especificações do seu estado e município para o responsável técnico.
  • Certificado de Limpeza e Desinfecção dos Reservatórios de Água: ao realizar a limpeza e higienização da sua caixa d’água ou reservatório de água, é necessário solicitar para a empresa contratada o certificado.

Isso é uma segurança, para que caso a vigilância sanitária faça uma inspeção, seu restaurante tenha como provar que o procedimento foi feito.

Dessa forma, é possível cobrar da empresa contratada para fazer o serviço, em caso de qualquer responsabilização.

Procedimentos Operacionais Padronizados

  • POP de Controle de Pragas e Vetores: o POP de controle de pragas e vetores pode ser entregue por qualquer empresa que realiza o controle de pragas e tenha licença para dar o certificado de procedimento operacional padronizado.
  • POP de Higiene do Ambiente: geralmente, é um processo interno de limpeza, mas que requer um cuidado maior com a higienização, de fato, do ambiente e utensílios. Essa limpeza deve ser feita diariamente pelo cozinheiro e auxiliar de limpeza ou serviços gerais do restaurante.
  • POP de Higiene Pessoal: é basicamente garantir que seus funcionários tenham hábitos de higiene saudáveis, como mãos limpas e unhas cortadas. Por exemplo, a utilização de luvas e ou higienização constante das mãos, e o uso de equipamentos de segurança e higiene como toucas, luvas, aventais e panos limpos.
  • POP de Potabilidade de Água: é em relação a fonte de água que abastece seu restaurante. Sé é caixa d’água, ou se é pelo serviço municipal de abastecimento e saneamento da sua cidade.
  • POP de Higienização de Frutas, Verduras e Legumes: é o procedimento que garante a higienização e armazenamento correto dos seus ingredientes de hortifruti.
  • POP de Controle de Recebimento de Mercadorias: é a regulamentação que garante que o recebimento seja feito dentro da lei.

Tenha atenção com os dois últimos, eles podem ou não ser obrigatórios, isso depende da sua região e da normativa local.

Agora você já sabe quais são os documentos necessários para abrir seu restaurante delivery. Seguimos para o segundo passo.

Quais equipamentos eu preciso para o meu restaurante delivery?

Os equipamentos para a cozinha podem mudar devido ao tipo de refeição, prato ou lanche servido pelo seu restaurante.

Por isso, vamos montar uma lista básica de utensílios e outras listas com equipamentos mais específicos para os tipos mais comuns.

Lista de equipamentos básicos para cozinha de delivery:

Os itens da lista são apenas alguns dos principais produtos para uma cozinha de restaurante.

  • Coifas;
  • Descanso de fritura;
  • Exaustores;
  • Facas;
  • Fogão;
  • Freezer;
  • Fritadeira;
  • Liquidificador;
  • Mesa de preparo;
  • Panelas;
  • Pia;
  • Pinças;
  • Potes de armazenamento herméticos;
  • Prateleiras;
  • Pratos;
  • Ralador;
  • Tábuas de corte;
  • Talheres;
  • Travessas.

Outros equipamentos que você pode precisar;

Utensílios para sushi: panela de arroz profissional, esteira para montar sushi, facas para corte de peixe, refrigerador, maçarico culinário.

Utensílios para pizzaria: forno (lenha, gás ou elétrico), batedeira industrial (para preparo da massa), formas, cortador de pizza.

Utensílios para hamburgueria: chapa e prensa, char broiler, fatiador de frios e legumes, abafador de beirute, espátulas, modelador de hambúrguer, termômetro culinário (para o ponto da carne).

Como escolher a melhor embalagem para delivery?

Ao escolher a embalagem do seu negócio é preciso focar primeiro na integridade do seu produto e em seguida na praticidade.

Mas para fazer as escolhas, é necessário prezar pela qualidade do material, se ele não libera algum produto químico ou gosto a comida.

Por isso, é preciso ter atenção ao escolher as embalagens que terão contato direto com alimento.

Além disso, é preciso analisar também a capacidade de vedação da embalagem e temperatura que ela aguenta sem sofrer deformação.

Estes quesitos são muito importantes e que devem ser os principais pontos de atenção ao escolher sua embalagem para delivery.

Mas isso não impede que as embalagens sejam recicláveis, ou com componentes menos poluidores, como o papelão e o papel, como alternativa ao plástico.

Além disso você pode sempre colocar sua logomarca estampada nas embalagens. Para isso você pode buscar por imagens delivery png, criar a identidade visual e personalizar os embrulhos. Até porque, como diz o ditado, a propaganda é a alma do negócio.

Como definir a área de delivery?

Se seu negócio fica em uma cidade pequena, é mais fácil atender o município inteiro e realizar entregas em todos os bairros.

No entanto, se você abriu seu delivery em São Paulo, por exemplo, que é uma grande metrópole, a entrega em bairros distantes ou onde o trânsito é maior, pode demorar muito. Certamente essa é uma questão a ser analisada na hora de definir área do seu serviço de delivery.

Assim como a integridade do alimento desde o momento que sai do restaurante, até chegar ao cliente. Por exemplo, se seu restaurante faz entrega de algum produto que deve ser mantido congelado, mas o percurso demora cerca 40 minutos e é verão.

Seu produto pode chegar comprometido, e é muito provável que seu cliente faça uma reclamação.

Por isso, é importante que ao definir a área de entrega do seu delivery, seja levado em consideração a integridade do seu produto. Portanto, sempre que seu restaurante desejar expandir a área de entrega, se atente na divulgação.

Como um sistema para delivery pode ajudar?

Por fim e não menos importante, é preciso ficar atento a necessidade de utilizar um sistema para seu delivery. Estoque, pedidos, relatórios, abertura e fechamento de caixa, emissão de cupom fiscal, gestão de motoboys e muito mais dentro de um único sistema.

Por isso, um sistema para delivery pode ser uma boa opção para agilizar e tornar mais eficiente a gestão do seu restaurante. Se você pretende oferecer seus pratos ou lanches em mais de um app para delivery, um sistema integrado seria a melhor opção.

A integração canaliza, em uma única tela, os pedidos de todos os aplicativos de delivery que seu restaurante usa para vender.

Por exemplo, se você trabalha com os apps Uber Eats, Rappi ou iFood, é possível aceitar todos os pedidos em uma única tela, e apenas com um ‘enter’ aceitar e mandar pra cozinha.

Esses são alguns pontos que você precisa ter atenção na hora de planejar seu delivery. É preferível demorar um pouco no início da operação do que acabar tendo problemas com fiscalização ou reclamações de clientes mais tarde.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Daniela TremarinEntrou no jogo