Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

Como o atacarejo pode afetar o varejo comum?

Como o atacarejo pode afetar o varejo comum?

Do mesmo modo que uma empresa pequena especializada em ACM Fachada sofre com a concorrência de organizações de grande porte, os varejos tradicionais, como os mercados de bairro, também enfrentam um cenário bastante competitivo.

Além da concorrência comum de outros mercados próximos, o varejista ainda tem outro segmento para se preocupar: os atacarejos. Esse modelo está cada vez mais presente e afetando o pequeno comerciante. A seguir entenda o motivo.

Por que os atacarejos se tornaram motivo de preocupação para pequenos varejistas?

Assim como uma fábrica de lacre de segurança vende para outras empresas, os atacarejos também vendem os seus produtos alimentícios, bem como itens de outros gêneros para os varejistas de pequeno porte.

Porém, o foco dos atacarejos mudou, pois cresce o interesse de consumidores finais pela compra em grandes redes que vendem tanto no atacado como no varejo. A razão é simples: os preços mais baixos.

Por este motivo, os atacarejos se tornaram grandes concorrentes dos pequenos varejos, que precisam se adaptar para continuar sobrevivendo no mercado. E a melhor maneira é se diferenciar.

No próximo tópico, confira dicas estratégicas para o varejo comum ser mais competitivo.

8 dicas para o varejo comum superar a concorrência dos atacarejos

1.Aumente a variedade de produtos: uma das principais características dos atacarejos é a baixa disponibilidade de diferentes produtos. Isso porque o foco é vender em grande quantidade produtos de baixo custo. Desta forma, o consumidor fica sem muitas alternativas. É nesse ponto que os pequenos varejistas podem conquistar mais clientes, oferecendo mais opções de produtos.

2. Treine constantemente as equipes: da mesma maneira que uma empresa especialista em máquinas de solda elétrica precisa treinar os profissionais frequentemente para manter a eficiência do atendimento, os varejos comuns necessitam aperfeiçoar o seu atendimento para obter taxas de fidelização mais expressivas.

3. Torne o estoque: uma das táticas usadas por atacarejos para disponibilizar produtos mais rapidamente é ter um estoque dentro do local. Essa estratégia também pode ser utilizada por pequenos varejistas para evitar a ausência de produtos por longo tempo no ponto de venda.

4. Aplique estratégias de merchandising no ponto de venda: para estimular as vendas, o varejista precisa intensificar as suas estratégias no ponto de venda, como aplicar displays, réguas de gôndolas, faixas, entre outros materiais que ajudem a destacar os produtos nas prateleiras e divulgar promoções especiais.

5. Invista em marketing digital: para fortalecer a marca e atrair mais clientes, investir em marketing digital é mais uma estratégia que faz diferença para ser mais competitivo no mercado.

6.Amplie os canais de atendimento: diversificar os canais de atendimento é uma maneira de melhorar a experiência do consumidor, ponto chave para se destacar no segmento e angariar mais lucros.

7.Estude o comportamento do cliente: para ter ideias de ações eficientes para atrair e impactar o consumidor, é fundamental conhecê-lo a fundo, entender o seu comportamento de compra, desejos e interesses.

8. Altere o layout: além de ampliar os canais de comunicação, outro fator que melhora a experiência do cliente é apostar em um layout criativo e uma boa disposição dos elementos no ponto de venda.

E aí, gostou do conteúdo? Então, compartilhe nas suas redes e continue a nos seguir.

Este conteúdo foi desenvolvido pela equipe do Soluções Industriais.

You must login to add a comment.

Posts relacionados