CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Como montar uma loja virtual em 7 passos

Como montar uma loja virtual em 7 passos

Escolher bem o segmento de atuação é importante para oferecer os produtos certos
Foto: Wikimedia Commons
Como montar uma loja virtual?
Respondido por Fernando de La Riva, especialista em negócios digitais

Muitos comerciantes que já estão consolidados com lojas físicas estão procurando a internet
para incrementar as vendas. Mas, vender pela internet exige
planejamento e alguns cuidados. Veja sete passos para ter sucesso com
sua marca em uma loja virtual.

1. Escolha o segmento de produtos
Você tem uma loja física e quer montar um comércio eletrônico?
Então faça uma seleção dos produtos que pretende vender virtualmente e
monte seu catálogo online. Estude quais são as informações técnicas
(como tamanho, peso e cor, por exemplo) que você deve oferecer na página
e produza as fotos. Se o seu negócio é todo virtual, você tem um passo
anterior: escolher o ramo que vai atuar e monte uma estratégia para
compras.
2. Analise os canais
Estamos falando de venda web, mas você pode também trabalhar o telefone
(ativo ou receptivo), mobile e vendas diretas. Em todos eles você deve
testar a viabilidade com testes reais, porém pequenos, como alugar
plataformas VoIP e de mobile commerce ou canais sociais, dependendo do
que for mais interessante para o seu negócio.
3. Decida qual plataforma usar
O mercado já está muito maduro, com participantes SaaS (Software como
Serviço) que alugam plataformas, como Locaweb, e ferramentas open source
como Spree, além de softwares licenciados, como Hybris.
4. Defina o meio de pagamento
Aqui você provavelmente vai precisar de um gateway ou um intermediador
de pagamento. As ofertas são muitas e como exemplos podemos citar
PagSeguro, CompreBem, Akatus e BrasPag.
5. Estabeleça processos de logística, armazenagem e expedição
Crie uma área na sua empresa e comece a tratá-la como seu centro de
distribuição. A maioria das plataformas de comércio eletrônico tem algum
suporte para controlar o processo de montagem da entrega e embalagem do
produto e você faz um processo normal de emissão de nota fiscal. Além
de escolher a empresa (entre as quais os Correios) para entregar seus
pedidos, você tem que pensar na logística reversa, para casos de troca e
devolução.
6. Divulgue e atraia tráfego
Você precisa pensar em um plano de marketing para sua página. O foco
pode ser geração de conteúdo ou engajamento em redes sociais. De resto, a
atração de tráfego é paga. Isso não quer dizer que você deva pular a
etapa de otimização de buscadores (SEO), mas você vai entrar na guerra
do “custo por clique”. Você pode anunciar em sites como Google, LinkedIn
e Facebook, entre outros. Existem ainda redes de afiliados e envio de
e-mails para ajudar nesta questão.
7. Defina o pós venda
Você vai ter que lidar com troca e devolução, além de atendimento em
mídias sociais. Procure alguma plataforma SaaS de atendimento e
lembre-se de empresas como a Zappos que inovaram mais na forma de pós
venda do que de venda efetiva.
Fonte: Exame
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae