CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Cenário é favorável para MPEs e bancos privados avançam no atendimento

Cenário é favorável para MPEs e bancos privados avançam no atendimento

Diante de um cenário que indica aumento da demanda por crédito, melhora do índice da pontualidade nos pagamentos, diminuição do número de falências e queda da inadimplência, o segmento dos pequenos negócios vem se consolidando como um dos mais procurados pelas instituições financeiras, o que conseqüentemente exige um modelo customizado de atendimento.

Alinhado a essa tendência, o maior bureau de crédito da América Latina, a Serasa Experian, lançou um portal totalmente dedicado ao segmento e divulga permanentemente indicadores que confirmam a performance dos pequenos negócios.
De acordo com a Serasa Experian, a demanda por crédito de pessoas jurídicas aumentou 20% entre dez/09 e set/10, crescimento esse capitaneado pela expansão de 21,4% no segmento de MPEs. Além disso, o índice de pontualidade das MPEs chegou a 95,5%, o que representa uma melhora de 1,7 pontos percentuais em relação ao início deste ano. Por fim, a instituição aponta que o número de falências decretadas de MPEs foi reduzida em 41,9%, o que representa 50 falências decretadas em set/10 ante 86 em set/09.
Neste cenário que se agrega a queda de inadimplência das empresas e a uma estrutura adequada para o atendimento de MPEs, os balanços das principais instituições financeiras privadas em set/2010 confirmam a tendência.
O Bradesco atingiu R$77,1 bilhões de crédito concedido para MPMEs, o que representa um avanço de 18,4% no ano. O Santander, que obteve um avanço de 10,4% na carteira destinada ao segmento nos primeiros nove meses de 2010, atingiu R$35,7 bilhões em operações. O crédito concedido pelo Itaú ao segmento cresceu 21,2% de janeiro a setembro deste ano, atingindo um saldo de R$76,4 bilhões.
Importante salientar que o crédito total no SFN cresceu 14% nesse período.
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae