CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

A “economia criativa” é definida pela Secretaria da Economia Criativa, do Ministério da Cultura, como sendo os “setores criativos cujas atividades produtivas têm como processo principal um ato criativo gerador de valor simbólico, elemento central da formação do preço, e que resulta em produção de riqueza cultural e econômica”. A diversidade cultural e natural do Brasil torna muito expressivo o valor da produção da economia criativa, o que permite antever oportunidades efetivas durante os megaeventos (Copa das Confederações em 2013 e Copa do Mundo em 2014) em segmentos relacionados ao entretenimento, lazer, cultura e gastronomia. Sem mencionar o artesanato e o turismo, que devem ser promovidos de forma específica. A coordenadora do ...

Ler mais ou responder

Toda decisão deveria passar pelas respostas de três perguntas básicas: Quero fazer? Como fazer? Devo fazer? Para além do que for respondido, em iniciativas de natureza pessoal ou empresarial, é necessário compreender e atender um binômio fundamental: • Investimento: a ação do que empreender. • Financiamento: a ação da viabilização. A ideia nasce, mas precisa de ação. A ação precisa ser financiada – e este é o grande desafio, pois o sistema que deveria atender a essas demandas está distante das realidades e necessidades dos perfis dos empreendimentos. O que é ofertado está quase sempre embalado em “produtos standard”, ou “produtos padrão”. A importância desse binômio às vezes passa despercebida no dia a dia das pessoas. No entanto, quando ficamos diante de algum impasse determinado ...

Ler mais ou responder

Que tal contribuir para formulação da política de desenvolvimento regional brasileiro? Diversas são as relações entre desenvolvimento econômico regional e pequenos negócios. Elas passam pela importância dos pequenos negócios na geração de empregos e renda, na fixação de mão de obra em cidades de menor porte, na redução da pressão urbana nas metrópoles e até mesmo na contribuição para o desenvolvimento regional, via crescimento econômico e melhoria na distribuição de riqueza por meio de empreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. Possíveis relações não faltam. No entanto, o que não pode ocorrer, sob o pretexto da falta de oportunidades para estimular um melhor ambiente empresarial para pequenos negócios, é deixar de participar de discussões relativas ao desenvolvimento regional no contexto ...

Ler mais ou responder

Escrevi recentemente, neste espaço, um post sobre a importância dos cartões de crédito, ou melhor, da sua aceitação por parte dos pequenos negócios, especialmente em função dos eventos esportivos que o Brasil sediará a partir de 2013. Naquela oportunidade, chamei a atenção para o fato de que os cartões de crédito são importantes instrumentos de pagamento do turista estrangeiro que virá ao nosso país para assistir a jogos durante a Copa das Confederações (2013), a Copa do Mundo (2014) e as Olimpíadas (2016). No entanto, tenho percebido, nas minhas andanças pelo país e em conversas com empresários de micro e pequenas empresas, um sentimento do tipo: "O que eu tenho a ver com isso?" ou "Esse negócio de Copa não é ...

Ler mais ou responder

[caption id="attachment_1432" align="alignright" width="430"] Moeda social do Banco de Palmas, do Ceará[/caption] As moedas sociais foram criadas de forma a monetizar e dar, na prática, medida de valor dentro de um grupo ou comunidade. É uma moeda muito utilizada na economia criativa, tendo como lastro a riqueza do conhecimento, ou seja, os serviços e produtos que os membros desta comunidade podem produzir pelos seus próprios esforços. É uma forma moderna do bom e velho escambo, com a diferença de ter um papel social: o trabalho gera créditos (abundância de recursos) e não dívidas (escassez de recursos). Os produtos ou serviços realizados pelos membros da comunidade são precificados de ...

Ler mais ou responder

As plataformas de pagamento via internet disponibilizam diversas ferramentas para que o empreendedor possa ampliar sua receita e realizar transações com rapidez e segurança. Elas operam, de forma vinculada, a sistemas de comércio eletrônico e são contratados por sites que comercializam produtos pela internet. Para garantir maior segurança aos clientes dos sistemas de comércio eletrônico, estas plataformas funcionam com ferramentas de criptografia de dados que são praticamente à prova de fraudes. Outra vantagem é que as plataformas de pagamento possuem acordos com diversos bancos e bandeiras de cartões de crédito e por isso são capazes de oferecer uma variedade de soluções e produtos para maior comodidade dos clientes. ...

Ler mais ou responder

Algumas vezes, o próprio empreendedor tem os recursos necessários para realizar os projetos inovadores. Outras vezes, este empreendedor reúne sócios para ajudarem a financiar a iniciativa. Mesmo assim, uma série de projetos fica só na ideia, ou no papel, sem conseguir nascer. A Internet pode ser uma excelente aliada na hora de buscar alternativas de financiamento para realizar os projetos. Existem plataformas colaborativas por meio das quais pessoas ou equipes podem cadastrar seus projetos e conquistar o apoio de diversos colaboradores para a sua realização e o financiamento deles através do chamado crowdfunding ou financiamento coletivo. Abaixo, você vai conferir entrevista com Dorly Neto e Diego Reeberg, dois brasileiros responsáveis por plataformas ...

Ler mais ou responder

Há no mercado de transações financeiras uma previsão de que os smartphones substituam os tradicionais cartões de crédito, nos próximos anos, para pagamentos em lojas e estabelecimentos. A tecnologia conhecida como NFC (Near Field Communication), que já é utilizada atualmente nos cartões de transportes públicos de algumas cidades, está sendo incluída na fabricação de alguns modelos de smartphones. Isso permitirá a realização de pagamentos de contas pelos seus usuários. Existe, porém, um entrave no avanço desta tecnologia: o alto custo para o desenvolvimento, nas lojas e estabelecimentos, das estruturas de recepção das informações dos smartphones dos consumidores.  Os equipamentos atuais, utilizados para leituras de códigos e cartões de ...

Ler mais ou responder

[caption id="attachment_1380" align="alignright" width="480"] Sebrae trabalha para fortalecer a proximidade de cooperativas de crédito e micro empresas[/caption] Uma cooperativa de crédito nada mais é que uma associação. Reúne pessoas que buscam através de uma parceria, sem fins lucrativos, a melhor administração dos seus recursos financeiros. Lembra um banco, não é mesmo? Só que aqui a relação com a instituição é diferente. Perceba que você se torna um associado. Assim, a cooperativa tem por objetivo prestar assistência creditícia e de serviços de natureza bancária, mas com condições mais favoráveis. O Sistema Sebrae possui projeto que aproxima as cooperativas de crédito dos micro e pequenos negócios. O objetivo da iniciativa é ...

Ler mais ou responder

Participei do III Fórum Brasileiro de Cooperativas de Crédito de MPE, realizado mês passado em Nova Petrópolis (RS). O mote desta edição era “com cooperação, o crescimento é sustentável”. Por isso, o Sebrae promoveu debate sobre o empreendedorismo e sustentabilidade nas cooperativas de crédito que atuam com as micro e pequenas empresas. Quem participou do painel conheceu experiências bem sucedidas de parcerias entre cooperativas e pequenos negócios. As iniciativas apresentadas mostram que, por meio da melhoria do ambiente de serviços financeiros para este público, as cooperativas estão contribuindo para o crescimento das MPE. Pode-se atestar que houve, na prática, um amadurecimento das cooperativas de crédito ...

Ler mais ou responder