CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Boletim- Impacto da Política Nacional de Resíduos Sólidos na cadeia produtiva de móveis e madeira

A Política Nacional de Resíduos Sólidos foi instituída pela Lei nº 12.305, de 02 de agosto de 2010, e contempla de  forma ampla as diretrizes para a gestão integrada e gerenciamento dos resíduos, as responsabilidades dos geradores, usuários, consumidores e serviços públicos. Resíduos sólido são qualquer material, substância, objeto ou bem  descartado resultante de atividades humanas em sociedade, nos estados sólido ou semissólido, bem como gases e líquidos cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos. De acordo com  levantamento sobre a geração de resíduos proveniente da atividade madeireira, realizado em 2009 pelo Ministério do Meio Ambiente, estimava-se na época que eram gerados anualmente 30 milhões de toneladas de resíduos de madeira no Brasil, tendo como ...

Ler mais ou responder
Bons negócios podem sair do lixo com a logística reversa

Nove em cada dez empreendedores de São Paulo não têm a menor ideia do que é Logística Reversa (LR). Por isso, perdem bons negócios. A LR é o retorno do produto usado ao fabricante e o descarte ambientalmente correto. Essa prática virou lei com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS/2010) e já está em vigor. Na capital paulista, o empresário que não destinar adequadamente os resíduos perigosos à saúde pública ou ao meio ambiente pode sofrer multas e outras punições. O automotivo é um dos setores afetados. “Oficinas mecânicas, por exemplo, precisam ficar atentas porque têm peças e embalagens contaminadas com óleos e graxa”, diz a consultora ...

Ler mais ou responder

Evidenciada pelo cenário atual e futuro para o setor no país, a “demanda latente por reciclados de alumínio mobiliza toda a cadeia produtiva”, revelando potenciais oportunidades para catadores e recicladores. O processo de reciclagem permite que o alumínio seja reutilizado em determinados produtos de diversos setores produtivos. Esse processo, que se resume no derretimento do metal, é bem menos dispendioso em termos de energia quando comparado ao sistema produtivo primário e produz o alumínio líquido, posteriormente solidificado e formando os lingotes. A reciclagem não danifica a estrutura do metal, que pode ainda ser reciclado infinitamente e reutilizado na produção de qualquer produto com o mesmo nível de qualidade ...

Ler mais ou responder
Ação empresarial pela redução do desperdício de embalagens

A Lei 12.305 de 2010, instituindo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), regulamentada pelo Decreto 7.404 do mesmo ano, disciplina a gestão e o gerenciamento dos resíduos sólidos, tendo como principal foco o sistema de logística reversa. Esses sistemas serão implantados e operacionalizados mediante compromissos entre as três esferas do poder público, o setor privado e o terceiro setor, formalizados em Acordos Setoriais, que visam restituir os resíduos sólidos ao aos setores produtivos para o reaproveitamento no ciclo produtivo ou para a destinação final ambientalmente correta. Uma coalizão empresarial que une os segmentos de papel e papelão, plástico, alumínio, aço, vidro e embalagens longa vida apresentou, neste último mês ...

Ler mais ou responder
Resíduos de Madeira do Setor Moveleiro: Oportunidades em Coleta e Reciclagem

De acordo com levantamento sobre a geração de resíduos proveniente da atividade madeireira, realizado em 2009 pelo Ministério do Meio Ambiente, estimava-se na época que eram gerados anualmente 30 milhões de toneladas de resíduos de madeira no Brasil, tendo como principal fonte geradora a indústria madeireira. Os principais resíduos gerados pela indústria moveleira são: serragem, maravalhas e retalhos. Portanto, o empreendedor que optar pela coleta e revenda de resíduos de madeira provenientes da indústria moveleira, estará prestando os serviços de coleta, transporte, reciclagem e destinação final dos resíduos dessa indústria e ao mesmo tempo, terá serragem, maravalhas e retalhos como produtos a oferecer ao mercado. Além da prestação de serviços a ...

Ler mais ou responder
Coleta seletiva e reciclagem de resíduos de madeira da construção civil

A utilização de madeira na construção civil, segundo dados do Guia BR 2011 da WWF Brasil editado em parceria com o SindusCon SP, grande parte da madeira tropical produzida na região amazônica termina nos canteiros de obras das construtoras. São aproximadamente, 15 milhões de m3 por ano, o que representa algo em torno de 600 mil caminhões/ano carregados de madeira. Dentre os estados brasileiros, São Paulo destaca-se como o maior consumidor, com mais de 2,5 milhões de m³ (volume equivalente em toras) anuais. O Estado é responsável pelo consumo de 15% do total produzido na região amazônica. O Guia ressalta ainda que, diferentemente dos outros países produtores, cuja ...

Ler mais ou responder

A recente publicação “Lixo Zero” do Instituto Ethos, atualiza o setor produtivo quanto ao debate relativo à implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Em seu contexto, o documento procura responder a duas perguntas centrais. A primeira consiste em saber a quem cabem os custos decorrentes da gestão dos resíduos sólidos. A segunda questão (dependente da resposta à primeira) refere-se à governança de um sistema que envolve imensa quantidade de atores, operando de maneira descentralizada e com objetivos não raro conflitantes. Conhecer o conteúdo do documento é fundamental a todos os gestores empresariais do País. Além de trazer um panorama nacional - montante, composição e destino dos resíduos ...

Ler mais ou responder