CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Devido à Copa do Mundo, a demanda por crédito das empresas cresceu 4,8% em abril e deve se manter em maio, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito, tendência que vem sendo identificada por economistas da Serasa Experian desde o primeiro trimestre. A busca creditícia empresarial antecipada visa compensar, previamente, a atividade produtiva por conta das reduções de horas de produção (ou de dias parados) durante a realização da Copa. Para evitar possíveis problemas na contratação do crédito, é essencial que não haja pendências ou alterações envolvendo o CNPJ da empresa, evitando restrições. Por isso, a Serasa Experian oferece gratuitamente a consulta e o monitoramento, pelo ...

Ler mais ou responder

Já estão abertas as inscrições para o IV Fórum Brasileiro de Sistemas de Garantias de Crédito para MPE. O evento acontecerá entre os dias 5 e 6 de junho em Foz do Iguaçu (PR). O evento tem como objetivo fomentar os debates, as discussões e a troca de experiências sobre os mecanismos garantidores de crédito para as micro e pequenas empresas. Quem deve participar? Dirigentes, gestores, representantes e especialistas, nacionais e internacionais, de: Sistemas de Garantia; Instituições financeiras públicas, privadas e de fomento; Instituições multilaterais; Instituições de ensino e universidades; Instituições públicas focadas em desenvolvimento; Lideranças empresariais. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas diretamente no site do Fórum. No ...

Ler mais ou responder

Matéria publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo no último dia 4 de abril chama a atenção para o fato de que, em 2013, cooperativas emprestaram 24% mais para pequenas e médias empresas; aumento foi de 5,7% entre bancos. De acordo com o texto, com custo menor e atendimento personalizado, as cooperativas de crédito se tornaram mais atrativas para as micro e pequenas empresas na hora de pegar empréstimos e financiamentos. O volume de recursos e o total das operações de crédito para pequenos negócios aumentaram mais nessas instituições do que nos bancos, apontam dados do Banco Central compilados pelo Sebrae. As cooperativas foram responsáveis por um aporte ...

Ler mais ou responder

A pesquisa Perfil do Microempreendedor Individual 2013, realizada pelo Sebrae Nacional, apresenta uma série de dados relevantes para compreender o universo do microempreendedor brasileiro. Escolaridade, classe social, localização do negócio e impactos da formalização são alguns dos dados apresentados pelo estudo que permitem analisar o perfil dos mais de três milhões de microempreendedores individuais existentes no Brasil até agosto de 2013. Alguns dos dados mais interessantes são os que revelam a relação entre essa categoria de empreendedores e o acesso a crédito. Entre 2012 e 2013 saltou de 5,2% para 12,5% o percentual daqueles que efetivamente buscaram empréstimos após se formalizarem e conseguiram. Instituições mais procuradas A instituição financeira mais citada ...

Ler mais ou responder

A edição de março do Boletim de Serviços Financeiros traz uma boa notícia para os pequenos negócios: após um ano de constantes preocupações para o governo e para o setor produtivo, o mercado de crédito às micro e pequenas empresas continua em expansão. A publicação chama a atenção para o fato de que, em 2013, o volume total de crédito colocado à disposição pelo Sistema Financeiro Nacional expandiu-se em aproximadamente R$ 347 bilhões, ou 14,5%, atingindo um montante de R$ 2,7 trilhões. Esse impulso deveu-se, sobretudo, à ampliação dos recursos direcionados a finalidades específicas, que passaram a compor 44,5% do mercado, enquanto os ...

Ler mais ou responder

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 28,5 bilhões no primeiro bimestre deste ano, com alta de 35% na comparação com igual período do ano passado. O resultado foi impulsionado pelo setor de infraestrutura, com liberações de R$ 9,8 bilhões, 82% maiores que as de janeiro/fevereiro de 2013. Também destaca-se o comportamento das Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs), às quais o BNDES destinou R$ 11,5 bilhões no primeiro bimestre, com a realização de 165,8 mil operações. Desse modo, as MPMEs responderam, em valor, por 41% das liberações totais do Banco. Foi importante, ainda, a expansão de 38,2% nas liberações da linha BNDES Finame, com desembolsos de R$ 14,1 ...

Ler mais ou responder

As atividades do GarantiParaíba, a primeira Sociedade de Garantia de Crédito (SGC) do Norte e Nordeste, começaram beneficiando duas empresas de Campina Grande, no Agreste. Um total de R$ 10 mil em empréstimos serão liberados para o salão Janaína Cabelos e Estética e a Auto Mecânica do Mago ainda este mês. A SGC teve suas assinaturas de contratos e cartas de crédito com empresários e unidades financiadoras nessa quarta-feira (12), em Campina Grande. O salão de beleza vai ser reformado parcialmente e a oficina de Alberto de Almeida ganhará novo layout graças aos recursos oferecidos pela GarantiParaíba. Segundo conta a empresária Janaína, ela comprava seus produtos em Pernambuco, pois não conseguia melhores ...

Ler mais ou responder

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (10) que o Programa Crescer, que concede microcrédito produtivo orientado para pequenos empreendedores, já emprestou R$ 12,5 bilhões em dois anos e meio. Segundo ela, o Crescer oferece crédito fácil e barato para quem quer começar ou expandir sua empresa e tem financiamento médio de R$ 1.350. “Esses recursos significam a melhoria, o crescimento e a sobrevivência de um pequeno negócio. Cada um dos empréstimos do Crescer é uma alavanca para os nossos pequenos empresários e é mais desenvolvimento para o Brasil”, disse. Dilma ressaltou que as mulheres são a maior parte dos clientes do Crescer. Do total de 9,2 milhões de operações, ...

Ler mais ou responder

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil foram as instituições financeiras públicas que mais financiaram o mercado de turismo em 2013. Juntos, foram responsáveis por 85% do volume de crédito liberado para as empresas do setor, o que representa R$ 11,45 bilhões. No total, os empréstimos somaram R$ 13,5 bilhões no ano passado, considerando também as operações realizadas pelo Banco Nordeste e Banco da Amazônia e parte das computadas pelo BNDES. Foram beneficiados vários setores da indústria do turismo como hotéis, restaurantes, empresas de transportes e agências de viagens. A Caixa, que oferece também linha de crédito para o consumidor final, fechou 2013 com R$ 7,16 bilhões em financiamentos para o ...

Ler mais ou responder

Se há setores na economia brasileira em que sobram dúvidas se a Copa do Mundo será um bom negócio, o de pagamentos eletrônicos não é um deles. O fluxo de turistas atrás das partidas do Mundial entre junho e julho deve trazer um "bônus" de, no mínimo, R$ 5,9 bilhões em compras com cartão para o Brasil neste ano. Com esse volume, o crescimento do mercado de cartões brasileiro deve se aproximar de 18,3% em 2014, para R$ 956 bilhões em transações, em linha com o desempenho de 2013. Sem o bônus, o avanço desaceleraria para cerca de 17,6%. Os cálculos foram feitos pelo Credit Suisse. Entre as gigantes do setor de cartões, ...

Ler mais ou responder