CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Boletim – O Marketing Cultural como oportunidade para produtores e artistas

Os produtores culturais e artistas têm a oportunidade de divulgar seus trabalhos por meio de uma alternativa diferenciada, que alia o interesse do artista ao das grandes empresas, sejam elas públicas ou privadas. Trata-se do marketing cultural. O marketing cultural é usado por uma empresa/organização como parte de suas estratégias. Quando afirma-se que esta modalidade de marketing é usada como uma solução da área comunicação não é exagero. As empresas buscam esta alternativa como uma forma de engajamento em ações culturais, que muitas vezes não estão estritamente relacionadas à sua área de atuação. Assim, ela amplia o público o qual atinge ou até mesmo, passa a atingir um novo. “A ...

Ler mais ou responder
Boletim – Como formalizar seu negócio no mercado da música

A trajetória de muitos astros da música iniciou em quartos, garagens ou pequenos estúdios, onde criaram ou gravaram suas primeiras composições. Muitas vezes, o que começa por diversão, pode atingir um ponto crucial, em que chega a hora de profissionalizar sua atividade e se tornar um legítimo empreendedor. Com o objetivo de orientar o profissional do segmento musical nesse sentido, esta Resposta Técnica apresentará as vantagens competitivas e as oportunidades com a formalização, bem como as formas jurídicas e o caminho para formalizar seu negócio. Existem várias formas jurídicas que o seu negócio pode adotar, que geralmente são diferenciadas por questões tributárias, limites de faturamento anual, número de proprietários/sócios e ...

Ler mais ou responder
Boletim – Como elaborar um projeto cultural competitivo

O empreendedor cultural busca pensar nas suas criações e encontrar formas de viabilizar seus projetos. Essas formas evoluíram para além do fomento direto. A exemplo, estão as leis de incentivo à cultura e os editais de apoio à produção, que têm o intuito de democratizar o acesso às verbas para a criação de produtos dessa natureza. Para mostrar como o empreendedor do pequeno negócio de economia criativa pode concorrer, com reais chances de vencer, nesses editais de apoio à produção cultural, sem a necessidade de agenciamento ou outras formas de intermediação, esta Resposta Técnica apresentará várias informações relevantes para a elaboração de projetos com grande potencial competitivo. Confira nesta Resposta ...

Ler mais ou responder
Boletim – Crowdsourcing

O segmento de economia criativa é marcado pela colaboração e variedade de perfis dos profissionais envolvidos nas produções. Vindos de diferentes áreas, a junção desses perfis proporciona a troca de experiências, desenvolvimento ainda maior dos trabalhos e o alcance efetivo dos resultados. Conheça neste Boletim o conceito do crowdsourcing e como esta dinâmica pode favorecer os empreendimentos criativos. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Ler mais ou responder
Boletim – A força dos Coletivos Criativos

Entre tantas particularidades dos empreendimentos criativos, uma delas é a colaboração entre os profissionais envolvidos nos projetos e trabalhos. A aliança entre as expertises pode ser uma alternativa para criar um ambiente de troca e parceria e desenvolver soluções ainda mais completas. Conheça nesta Resposta Técnica as vantagens dos coletivos criativos e como empresas e/ou artistas com objetivos semelhantes podem se unir para o desenvolvimento das atividades ainda mais completas. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Ler mais ou responder
Boletim – O potencial do mercado de HQs no país

Considerado um importante setor da economia criativa, as Histórias em Quadrinhos (HQs) extrapolaram a sua função primordial de entretenimento e faz parte de um mercado multimilionário, com várias franquias de sucesso. Aos poucos, as HQs saíram das páginas dos livros e gibis para ganhar as telas de cinema. Empreendedor, confira nessa Resposta Técnica um panorama geral do mercado de HQs no Brasil, as várias oportunidades, exemplos de empreendedores que vêm obtendo sucesso nesse ramo e como pode ser aproveitada. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Ler mais ou responder
Boletim – Caminhos para a formalização de Empreendimentos Criativos

Segundo dados da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, sigla em inglês), na economia mundial os setores criativos foram os que mais cresceram desde o início do século XXI – passando dos US$ 95,3 bilhões em 1980 aos US$ 387,9 bilhões em 1998. Artistas, músicos, DJs, designers, programadores e demais empreendedores criativos costumam desenvolver suas atividades na informalidade, por questões que envolvem a própria diversidade do setor. Essa característica acarreta dificuldades nas contratações, emissões de notas fiscais e até mesmo no reconhecimento do trabalho, ocasionando perda de oportunidades de negócio. É possível que um pequeno empreendedor informal não perceba a necessidade de expansão e crescimento do seu ...

Ler mais ou responder
Boletim- A Internet e os Empreendimentos Criativos no Brasil

A relação existente entre Internet e Economia Criativa fica clara, segundo diagnóstico feito pelo John Howkins – consultor britânico especializado em Economia Criativa. Ele afirma que a imaginação humana é a maior fonte de criatividade. A internet virou o melhor meio de se vender esta criatividade, como textos on-line, livros, músicas, filmes e televisão. A economia criativa está distribuída em 13 áreas. São elas: arquitetura, publicidade, design, artes e antiguidades, artesanato, moda, cinema e vídeo, televisão, editoração e publicações, artes cênicas, rádio, softwares de lazer e música. A internet tornou-se um aliado imprescindível de empresas que atuam com economia criativa e permite um modelo de negócio novo, que poupa ...

Ler mais ou responder
Boletim- Valor Cultural como oportunidade para o design

Hoje os consumidores buscam nos produtos algo que os agrade e estão cada vez mais conscientes da ética do  consumo e dos valores socioambientais das empresas. O produto nacional adquire valor cultural quando explora a riqueza de detalhes do universo brasileiro, como matérias-primas originárias das diversas regiões do país, cores vibrantes, texturas que remetem a sentimentos como alegria e espontaneidade e, que, além disso, agregam valores socioambientais. Esta é uma excelente oportunidade os pequenos negócios que atuam na área do design estabelecerem parcerias com artesãos para o desenvolvimento de produtos com valor cultural. Quando a prática artesanal agrega os preceitos do design, muda-se a leitura que o consumidor faz do ...

Ler mais ou responder
Boletim- Espaços culturais

A cultura brasileira é diversificada. Alia originalidade, inovação e versatilidade. Sejam nas produções musicais ou nas expressões culturais, o artista brasileiro busca evidenciar seus diferenciais e mostra seu trabalho. Com a aproximação das Olimpíadas e Paraolimpíadas em 2016, diversas oportunidades surgem como forma de divulgação destas manifestações artísticas. Lugares públicos/privados darão espaço para as apresentações. Cantores consagrados dividirão espaço com novos artistas. Iniciativas que promovem a cultura brasileira surgem a partir de editais – lançados pela iniciativa privada ou órgãos públicos. Estar atentos a essas possibilidades torna-se uma oportunidade. Há espaços destinados para essas apresentações e verbas destinadas a esses artistas/produtores para viabilizarem seus espetáculos. Os editais de incentivo ...

Ler mais ou responder
Boletim- A internet como potencializadora das produções musicais

Atualmente, o ambiente digital surge como uma oportunidade para diferentes mercados do segmento da Economia Criativa. Dentre as chances de visibilidade dos trabalhos, o setor da música é um dos que mais apresentou mudanças no que diz respeito a produção, crítica e consumo. Com o avanço das ferramentas e plataformas que tornam possível o compartilhamento, o cenário musical foi modificado consideravelmente. Agora, novos protagonistas assumem os papéis de influência nos gostos e o mercado fonográfico toma um novo ritmo. Para propagar esses materiais, a internet se torna essencial. Novas ferramentas estão disponíveis, bem como novas abordagens de conquista do público. Disponibilizar os conteúdos musicais em locais passíveis de compartilhamento ...

Ler mais ou responder
Estudo – Mercado da Música no Brasil

Viver de música é uma realidade dual que abrange dois princípios verdadeiros: a) Princípio 1 – é possível viver de música;  b) Princípio 2 – não é fácil viver de música. Existem muitas oportunidades de negócio para quem deseja empreender no mercado da música. Mas, como em toda atividade econômica, também existem muitos riscos e adversidades. O objetivo deste ...

Ler mais ou responder