CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Diversificar para aumentar a renda

Os empreendedores do setor apícola de Santa Catarina podem buscar alternativas para diversificar sua produção. Em muitos casos, concentrada somente no mel, a produção pode ser voltada a outros produtos que estão trazendo nova renda aos negócios. Lopes e Pereira (2008) mostram que o mel é, atualmente, o produto mais facilmente produzido e comercializado no Brasil. Entretanto, essa concentração da atividade apícola em um único produto pode deixar o setor suscetível a crises em função de oscilações do mercado, além de limitar o crescimento do ganho econômico. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Preferências da cor do mel

A preferência do consumidor de mel em relação a sua coloração é decidida, em algumas vezes, no momento da compra. O conhecimento sobre essa preferência específica é de real importância para toda a cadeia produtiva da apicultura, desde a fase de produção até o beneficiamento e comercialização. É importante salientar que o mel varia de cor, assim como, em sua composição geral, de acordo com as flores que supriram o néctar que deu origem à sua formulação. Por isso, podemos ter méis de larga faixa de cores, devido à diversidade de flora existente. Porém, devemos conhecer a preferência do consumidor em relação à coloração do ...

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Produção Mundial de Mel

As principais informações sobre os dez países que mais produzem mel em todo o mundo fazem parte do escopo desse relatório. Dados de 2011, da FAO, mostram que a China lidera o ranking mundial com uma produção de mais 445 mil toneladas. O Brasil produz pouco mais de 40 mil toneladas. Entre as boas práticas adotadas pelos principais produtores está a preocupação em melhorar a genética dos planteis com o desenvolvimento de abelhas produtivas, resistentes às principais doenças e extremamente adaptadas às condições climáticas locais. Além disso, os manejos sanitários são uma constante entre os grandes produtores mundiais de mel. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o ...

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Legislação para mel em favos

Quando se trata de produção em pequena escala, esse fato torna-se mais real, pois o pequeno produtor, que tem uma estrutura de produção limitada, não consegue competir em preço com organizações maiores e mais estruturadas em produção. Um dos aspectos de diferenciação de oferta de mel diretamente ao consumidor está relacionada à oferta de mel "in natura", ou mel em favos. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Legislação para exportação de Mel

A evolução da produção apícola no Brasil tem se apresentado de forma crescente e exponencial. Esse fator pode ser devido às condições ambientais favoráveis (flora e clima), como também a melhorias tecnológicas no processo produtivo. Porém, o consumo per capita de mel entre a população brasileira não acompanha o atual estágio de evolução produtiva da atividade. Países europeus têm alto consumo per capita, chegando a Suíça, por exemplo, a consumir 25 vezes mais mel per capita que a maioria das regiões brasileiras. Excetuando o Sul do Brasil, que consome 150 gramas de mel por habitante/ano, o restante do País possui consumo relativamente baixo (60 gramas habitante/ano), se multiplicarmos pela ...

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Indicação geográfica na produção de mel e derivados

No mercado nacional e no exterior, muitos produtos são caracterizados não apenas pela marca que ostentam, mas também pela indicação da sua verdadeira origem geográfica. Esta indicação lhes atribui certa reputação, valor intrínseco e identidade própria que os distinguem dos demais produtos de igual natureza. No transcurso da história, o termo "indicação geográfica" foi se firmando quando produtores, comerciantes e consumidores começaram a identificar que alguns produtos de determinados lugares apresentavam qualidades particulares, atribuíveis a sua origem geográfica ou a processos específicos, e começaram a denominá-los com o nome geográfico que indicava sua procedência. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Mel fracionado

A comercialização de mel fracionado exige conhecimento mínimo do que realmente o consumidor deseja adquirir. Algumas vezes, é possível observar entrepostos comercializando mel fracionado sem o real conhecimento do que o mercado consumidor deseja, desde o tamanho da embalagem, a cor do produto, assim como a consistência do mesmo. Dentro de regras básicas de estudo de mercado, observando, ouvindo e tomando referenciais de quem consome mel, é possível determinar estratégias de apresentação do produto em alinhamento com a necessidade do comprador. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Investimento em flores para diferenciação de mel

O Relatório de Inteligência de junho, apresenta: Etapas da produção de mel Características do mel Néctar e pólen como alimento para abelhas Investimento em flores Tipos de planta Ações recomendadas Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download AQUI.

Ler mais ou responder
RELATÓRIO INTELIGÊNCIA – Rotulagem do mel orgânico fracionado

A rotulagem de mel orgânico é controlada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e tem a finalidade de adequar o produto legalmente ao mercado. Os rótulos são analisados diretamente na central do MAPA, em Brasília, a partir de referenciais técnicos, a saber: a Lei n° 10.831; o Decreto n° 6.323; e as Instruções Normativas de nos 11, 16, 19, 22, 50, e 64. Existem dois requisitos específicos para proceder ao registro de rótulos de mel orgânico: os dizeres obrigatórios no rótulo, assim como a arte, e o preenchimento dos memoriais descritivos que acompanham o registro. Tenha acesso ao conteúdo completo se cadastrando e fazendo o download

Ler mais ou responder