CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Calçados para gestantes: oportunidade para pequenos negócios

Calçados para gestantes: oportunidade para pequenos negócios

gravidas_571x411px

Durante a gravidez, a maioria das gestantes sofre algumas alterações no corpo, tornando cansativos alguns movimentos rotineiros. “Durante o desenvolvimento da gravidez, há um aumento progressivo de uma frouxidão ligamentar fisiológica, que faz parte da preparação do corpo para o parto. Por isso, gestantes tendem a cair com maior frequência”, explicou a ortopedista Cibele Réssio, em entrevista ao Portal Bebê Abril.

Além de evitar quedas, o uso dos sapatos apropriados proporcionam bem-estar às gestantes, diminuindo o inchaço, evitando varizes e contribuindo para a circulação sanguínea. Por isso, a escolha do calçado é um ponto que merece toda a atenção, e, neste contexto, é um mercado potencial para os pequenos negócios.

Confira algumas dicas para o seu negócio tirar proveito desta oportunidade:

Mercado

As gestantes aquecem o mercado de calçados em busca de sapatos que ofereçam conforto e segurança, aliado com design e beleza.

Características dos calçados para gestantes:

  • As solas não devem ser escorregadias. O material mais indicado para as solas é a borracha;
  • Ideal que não tenha salto, se possuir, que seja baixo, entre 2 e 5 cm de altura;
  • O calçado deve ser ajustável ou um pouco mais largo, proporcionando conforto;
  • A palmilha deve ser confortável;
  • Deve ser fácil e prático ao calçar e, ao mesmo tempo, seguir as tendências de design.

Modelos e opções de calçados para gestantes

Mocassim – possui solado antiderrapante, o que garante maior segurança para as gestantes. O modelo é aberto e mais largo, e não aperta o pé.

Botina – modelo em alta, principalmente para compor looks no inverno. O cano alto contribui para a estruturação do tornozelo, evitando torções e machucados. Possui saltinhos na medida ideal.

Sapatilha – fácil e prática de calçar, além de ser bem estilosa na hora de compor looks.

Oxford – com um toque retrô e muito similar ao sapatênis, os modelos Oxford costumam ser bem recomendados para as futuras mamães, principalmente em modelos com sola emborrachada.

Sapatênis – parecido com o tênis, possui cadarço e proporciona às grávidas mais firmeza e segurança ao se locomover. Pode se trabalhar com cores, estampas e uma mistura de materiais.

Alpargata – similar ao modelo da sapatilha, as alpargatas costumam ser macias e, em sua maioria, possuem solas antiderrapantes. É fácil de calçar e pode ser customizada ou fabricada em várias cores.

Slipper – com uma base mais larga proporciona maior conforto aos pés que, durante esse período, ficam bem inchados. É um modelo moderno, que continua na moda e pode ter várias aplicações.

Botinha – Em alta, principalmente para o inverno, as botinhas podem ser diferentes, extravagantes, clássicas e em diversas cores. Mais alta ou mais curta, possuem saltinho baixo e cardaço para ajustar o tamanho.

Com informações e imagens do Sistema de Inteligência Setorial.

Edição: Fernanda Peregrino, da FC Comunicação.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga