CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Boletim: O Mercado de Espumantes

Boletim: O Mercado de Espumantes

3

Com o mercado crescendo em torno de 10 a 15% ao ano, segundo Diego Bertolini, gerente de marketing do Instituto Brasileiro do Vinho (IBRAVIN), os espumantes tem ganhado um espaço cada vez maior no hall das bebidas consumidas pelos brasileiros. (iG Economia, 2012)

Dos vinhos finos comercializados no Brasil, cerca de 72% são produtos importados, porém, quando a mesma análise é realizada para espumantes, nota-se que 70% da bebida comercializada é nacional, segundo Marcio Bonilha, gerente nacional de vendas da Perini. Dessa maneira, é possível observar que o mercado do espumante enfrenta uma concorrência significativamente menor, em comparação com a enfrentada pelo mercado do vinho. (iG Economia, 2012)

Dentre as principais justificativas para o maior consumo de espumantes, estão:

  • Maior sofisticação dos hábitos alimentares dos brasileiros juntamente com o aumento da renda da classe média;
  • Não é apenas uma bebida de ocasiões especiais, como casamentos, formaturas, Natal e Ano Novo, por exemplo. O espumante passou a integrar o dia a dia do brasileiro;
  • Maior preocupação com a saúde, o que aumentou o consumo de vinhos leves e espumantes;
  • Passa a ser uma bebida consumida no happyour, na praia, como aperitivo de uma refeição, ou até mesmo como uma sobremesa;
  • O consumo do espumante, por diversas classes sociais, cria uma variedade de mercados, como ocorre com outras bebidas já tradicionais.

Saiba mais sobre o Mercado de Espumantes acessando o Boletim completo aqui:

http://www.sebraemercados.com.br/wp-content/uploads/2015/10/2014_05_23_BO_Fevereiro_Agronegocio_Espumante_pdf.pdf

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae