CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Atitudes que fazem a loja perder a venda

Atitudes que fazem a loja perder a venda

monstro_571x411px

Muitos empreendedores não se dão conta quando adotam atitudes e estratégias que comprometem a lucratividade do negócio. Uma atitude que pode comprometer as vendas é não conhecer o produto. Como o cliente de hoje pesquisa o produto e compara preços na Internet, não conhecer os próprios produtos e não saber tirar as dúvidas do consumidor é um passo para o fracasso.

Confira neste post algumas atitudes que atrapalham as vendas:

Ver o cliente como cifrão
Em momentos de crise, muitos vendedores se desesperam e tentam, a todo custo, arrancar uma venda. Este tipo de atitude causa a sensação de que o vendedor quer apenas tirar dinheiro do consumidor. A preocupação do time de vendas deve ser com atender às necessidades da clientela.

Ter pressa
Muitos vendedores parecem querer fazer um atendimento express, causando a sensação de querem se livrar logo do consumidor. Lembre-se: ser impaciente atrapalha as vendas! Quanto mais tempo o cliente ficar na loja, maior e melhor a chance da venda.

Menosprezar produtos
Muitos vendedores acabam só indicando produtos que são do seu gosto pessoal, menosprezando outros itens das prateleiras. Esta atitude inconsciente parece inofensiva, mas pode comprometer a venda, sem falar que os outros artigos ficarão encalhados na loja. Lembre-se: mostre as diferentes opções de produtos, se o cliente der liberdade.

Não conhecer os produtos
Atrapalha a venda não conhecer a oferta ou não saber explicar a função ou a forma de uso do produto. Estas informações são essenciais para justificar o preço. Sem isso parece que o item vale menos do que o cobrado. Lembre-se: fale sobre os benefícios dos produtos, comparando com as vantagens de outros artigos.

Focar no produto e esquecer do consumidor
O cliente é prioridade sempre! Por isso, cuidado para não se perder em aspectos técnicos do produto, esquecendo-se do consumidor. Ao vender uma bolsa, não fale apenas sobre materiais e compartimentos, mas leve o cliente para o espelho e mostre como o produto pode ser usado. O objetivo é fazer com que o cliente sinta como é ter aquele artigo.

Não entender o que o cliente busca
Os consumidores compram por suas razões, e não pelas razões dos vendedores. Para satisfazer o consumidor, é essencial investigar os porquês do cliente para estar na loja e o que ele busca. Lembre-se: preocupe-se menos em falar e mais em ouvir o cliente.

Não entender o tempo do cliente
Há clientes que entram na loja procurando uma solução rápida, sem pensar muito. Já outros procuram apenas fazer uma sondagem, para comparar com outros produtos semelhantes. Seja qual for o caso, adotar um comportamento oposto ao que o cliente espera pode comprometer a venda.

Falar mal da concorrência
Atenção: jamais fale mal do concorrente! Enalteça o seu produto, mostrando suas qualidades.

Não valorizar o seu diferencial
Atualmente, é comum os negócios terem produtos similares, e por isso, detalhes mínimos fazem a diferença. Lembre-se: valorize o diferencial da sua empresa.

Deixar de treinar a equipe
Os melhores vendedores são aqueles que falam a linguagem do seu público-alvo e também os que se identificam com aquilo que é comercializado. Por isso, invista em qualificação. Lembre-se: a equipe nunca está pronta! Traga gente boa, motive, cobre e capacite.

Não saber informações cruciais para o cliente
Não saber que o produto ou o modelo está esgotado ou não saber qual oferta é mais vantajosa, atrapalha a venda e a fidelização do consumidor. O vendedor deve ser quase obsessivo em relação à marca e aos produtos dela. Deve saber ainda o que vai aumentar o ticket médio, quais facilidades podem ser oferecidas ao cliente e quais são os limites de parcelamento.

Com informações da Revista Exame.

Edição: Fernanda Peregrino, da FC Comunicação.

Imagem: Pixabay (Public Domain)

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga