CADASTRAR

Entrar

Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Enviar mensagem

Adicionar pergunta

Entrar

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

As 5 melhores estratégias de marketing para pequenas empresas

As 5 melhores estratégias de marketing para pequenas empresas

Criar um site para empresas se tornou um dos pré-requisitos se deseja o reconhecimento no mercado, uma vez que as pessoas passam a maior parte do tempo conectada à internet  em busca de produtos e serviços. Pronto para planejar? Chegou a hora de conhecer as melhores estratégias de marketing para micro e pequenas empresas e selecionar aquelas que mais combinam com os seus objetivos.

Por que o Marketing é tão importante para o sucesso das empresas?

As estratégias de marketing são essenciais para atingir o público-alvo, estabelecer uma posição no mercado e tornar sua marca conhecida. Com o grande potencial de vendas pela internet, o número de pessoas que buscam comprar ou adquirir serviços on-line é enorme.

Quando contratamos uma agência digital para criação de sites de empresas, estamos dando um passo para o sucesso, pois manter a presença web será um dos fatores principais para aumentar o lucro e credibilidade de sua marca.

Melhores estratégias de marketing

Confiram a seguir as 5 melhores estratégias de marketing para pequenas empresas:

  1. Fixação de marca

Você quer estar no topo da mente do seu consumidor? Aquele perfil de cliente definido como o alvo deve ter na sua empresa uma escolha óbvia quando uma necessidade de consumo surgir. E aí, ele precisa estabelecer um link, um vínculo imediato com a sua marca.

Não raro, o consumidor irá puxar por sua memória visual. Então, o que você pode fazer para que a lembrança seja pelo seu estabelecimento?

Investimentos em comunicação visual podem ser interessantes, com uma proposta bem elaborada e marcante, que tenha realmente a cara da empresa e sirva como isca, conquistando a atenção daquele que você definiu como o “peixe” a ser fisgado.

Mas não se esqueça que uma decoração interior, como uma vitrine temática, exige pouco investimento e muita criatividade, especialmente no varejo. Ser reconhecida como a loja que conquista pela vitrine não é nada ruim.

  1. Apoio à venda

O que você oferece como diferencial e que valor agrega ao cliente? Essas são informações que precisam chegar ao conhecimento do seu público-alvo, pois servem como suporte para a atração de potenciais clientes e, quem sabe, futuras vendas.

Para essa estratégia, você precisa definir de que forma o seu cliente ideal pode e deve ser acessado. Se ele está circulando nas ruas, por exemplo, um folder ou panfleto pode funcionar bem. Essas mídias, apesar de antigas com relação à internet, não estão ultrapassadas e ainda são muito úteis, como no comércio varejista e na prestação de serviços.

  1. Marketing cooperado

Um empreendedor de pequeno porte precisa agir com inteligência. Nem toda estratégia de marketing exige um investimento financeiro significativo. Uma boa ideia é apostar em parcerias com concorrentes indiretos, ou seja, que não exercem a mesma atividade, mas disputam o mesmo cliente que você.

São exemplos os estabelecimentos “genéricos”, voltados a todo o tipo de público, como padarias, farmácias, restaurantes e bancas de jornal. Um trabalho de marketing cooperado, que resulte na exposição da sua marca em outro estabelecimento, e vice-versa, tende a ser eficaz, especialmente se o seu raio de atuação não for muito extenso.

Por vezes, a simples presença do seu cartão de visitas em um desses locais já tem um efeito de divulgação importante, com potencial de gerar vendas.

  1. Micromarketing

Ainda que a sua empresa atue em âmbito nacional, nem sempre uma estratégia de macromarketing vai se revelar efetiva. Afinal, fica difícil passar uma mensagem única que desperte o mesmo nível de identificação de Norte a Sul do país.

Uma estratégia de marketing mais comunitária, que passa por conhecer em detalhes o cliente mais próximo de você e buscar o seu envolvimento, tem certamente maior chance de sucesso.

O conceito de marketing cooperado, sobre o qual acabamos de falar, é um exemplo de ação de micromarketing. Mas você pode ir além e propor desde uma publicidade segmentada e direcionada a esse público como também pensar em promoções com esse enfoque, tanto nos preços quanto nos produtos disponibilizados.

Para dar certo, prioritariamente, pense em agregar valor ao seu cliente.

  1. Marketing digital

O marketing digital quase dispensa comentários, tanto pela evidência que vem adquirindo como principal estratégia de divulgação empresarial, quanto pela quantidade e qualidade de suas ferramentas. Um site, um blog, e-mail marketing e redes sociais são alguns dos instrumentos utilizados para gerar tráfego, atrair clientes e fomentar as vendas.

Mas o que talvez você não tenha percebido é a possibilidade de aplicações do marketing digital dentro de outras estratégias. No apoio à venda, por exemplo, o e-mail é quase como um folder digital. Já para o marketing cooperado, as redes sociais são um canal moderno e capaz de promover uma troca que agrade aos dois lados da parceria.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre stephanie silvaBoas respostas

Redatora conteúdo WEB.