CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Alta do dólar – Como defender seus Investimentos

Alta do dólar – Como defender seus Investimentos

O dólar tem subido por causa de uma crise externa que afeta a economia de todo o mundo. Essa crise traz, além de outras consequências, a alta da moeda americana.

Apesar de ser a moeda de outro país, a alta do dólar tem impacto em nosso modo de vida e afeta todos os setores da economia brasileira.

Uma das formas de percebermos isso é que os preços de produtos vitais, como combustíveis e alimentos, e, até mesmo, a atividade industrial no Brasil são influenciados pela oscilação do dólar. Mesmo assim, grande parte dos brasileiros não entendem essas consequências.

Por que o dólar está aumentando tanto?

Em resumo, podemos definir o câmbio como a relação entre duas moedas diferentes, ou seja, o quão valorizada uma está em relação a outra. Ele indica quantos reais, por exemplo, você precisa para comprar U$ 1.

Nesse sentido, há diversos fatores que podem valorizar ou provocar a queda do dólar em relação ao real. A seguir, conheça esses e outros detalhes.

Além de saber o que faz o dólar subir ou cair, existe uma outra dúvida muito comum relacionada à moeda americana: afinal, qual é a diferença entre dólar comercial e dólar turismo?

Se você já comprou dólares para alguma viagem aos EUA, provavelmente se surpreendeu ao perceber que o preço que você pagou pela moeda não foi o mesmo que você viu anunciado no jornal. Isso porque o dólar comercial e o turismo não são exatamente a mesma coisa.

O que é dólar comercial afinal?

O dólar comercial é a cotação “real” da moeda americana, usada em transações comerciais, como a compra e venda de mercadorias entre empresas brasileiras e estrangeiras. Além disso, ele também é usado para várias outras movimentações. Um exemplo são os empréstimos de brasileiros em outros países registrados no Banco Central.

Sobre a variação do Dólar:

O dólar comercial é usado em muitas situações: transações comerciais (do governo e dos bancos), para compra e venda de mercadorias, investimentos, importações e exportações. Por isso, a explicação mais simples para a variação do dólar – diária e ao longo do dia – é justamente a oferta e demanda do mercado.

Ou seja: quando sobra dólar no mercado, a cotação fica mais baixa. Quando tem mais gente comprando dólar, a cotação sobe.

Por que o dólar sobe?

Diversos motivos, mas há três fatores bem importantes que causam essa variação do dólar:

  • Déficit da balança comercial: quando o Brasil importa mais do que exporta, a oferta de dólares diminui, o que puxa pra cima a cotação da moeda.
  • Gastos no exterior: um número elevado de turistas brasileiros fora do país gera uma demanda maior por dólares que serão gastos fora do Brasil.
  • Juros dos Estados Unidos: quando os juros americanos sobem, a tendência é que investidores no Brasil levem seu dinheiro para fora, já que os rendimentos lá ficam mais altos.
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre sandro symplaBoas respostas

Administrador de Empresas atuante na Área digital. Sou consultor de negócios, incentivando o empreendedorismo.

Me siga