CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

Alimentos congelados: a preferência pelos práticos e saudáveis

Alimentos congelados: a preferência pelos práticos e saudáveis

Congelados_1

 

Cresce a demanda por refeições prontas e semiprontas, alimentos de fácil preparo, embalagens de fácil abertura, fechamento e descarte. Destacam-se entre esses, os produtos para o preparo em forno de micro-ondas.

Na arquitetura dos mercados de alimentos do país, desde os grandes até os pequenos varejos, muitos espaços que antes eram destinados à exposição de produtos secos, hoje vão sendo gradativamente ocupados por refrigerados e congelados. O crescimento dos espaços é notado principalmente nos grandes centros urbanos – cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, entre outras.

Essa reorganização espacial está intimamente associada ao comportamento de consumo atual da população brasileira. De acordo com o estudo Consumer Watch Express Shopper, da Kantar Worldpanel, em média, 33% dos consumidores na América Latina optam pelo consumo de pratos congelados. Enquanto no Brasil essa é opção de 61% dos compradores.

“Conveniência e Praticidade”, isso é o que boa parte desse público está buscando. Assim revela a pesquisa Nacional Fiesp/Ibope Brasil Food Trends 2020: são 34% de consumidores brasileiros de alimentos, que se dividem igualmente entre as classes sociais AB e C, que, de maneira geral, levam uma vida corrida, trabalham em tempo integral e dispõem de pouco tempo para cuidar da casa, dos filhos e da alimentação da família.

O relatório da pesquisa Fiesp/Ibope orienta o mercado, ao trazer exemplos de produtos relacionados à tendência conveniência e praticidade. Veja:

Congelados

Porém, engana-se aquele empresário que pensa o congelado apenas como um alimento industrializado, em que há alta concentração de sódio – fator de constantes alertas a respeito do prejuízo que causam à saúde. Isso porque unir conveniência e praticidade à saudabilidade e bem estar é uma oportunidade de negócio.

Haja vista o exemplo de um empreendedor do Espírito Santo, que vislumbrou no mercado de congelados saudáveis uma oportunidade de negócio e, diante disso, investiu em um negócio voltado às pessoas que querem adotar uma dieta saudável, sem perder os benefícios de uma refeição com pouco sal e gordura saturada e os benefícios de adotar um estilo de vida prática no dia a dia. Com o apoio do SEBRAE daquele Estado, a Vitali Nutrição Saudável oferece uma gama de produtos congelados que, para ficarem prontas para o consumo, precisam de poucos minutos em um micro-ondas. O empresário já está desenvolvendo novos pratos, com a segurança quem já observa a expansão da área de congelados nos supermercados: “Hoje, a área de congelados ocupa cerca de 30% do espaço desses estabelecimentos. Há dez anos, não chegava a 5%”, diz Ezio Silveira Baptista Filho.

Apoio, como o recebido pelo empresário capixaba, pode ser obtido em todas as unidades estaduais do SEBRAE. A Indústria é um dos setores atendidos, por meio de projetos setoriais que variam de acordo com a vocação local. O acesso a www.sebrae.com.br permite a identificação do endereço de melhor conveniência em todo o país.

A escolha de produtos saudáveis

“Saudabilidade e bem-estar” são tendências internacionais de consumo que os brasileiros também estão aderindo. Elas originam-se em fatores tais como o envelhecimento das populações, as descobertas científicas que vinculam determinadas dietas às doenças, bem como a renda e a vida nas grandes cidades, influenciando a busca de um estilo de vida mais saudável.

São diversos os segmentos de consumo que estão surgindo a partir dessas tendências, entre os quais é possível destacar a procura de alimentos funcionais, os produtos para dietas de controle do peso e o crescimento de uma nova geração de produtos naturais que estão se sobrepondo ao segmento de produtos orgânicos.

Aliado à maior preocupação dos consumidores com a nutrição, o consumo de produtos funcionais tem formado diferentes nichos de mercado, como, por exemplo, os de produtos benéficos ao desempenho físico e mental, para a saúde cardiovascular, saúde gastrointestinal, para melhorar o estado de ânimo (energéticos) e para relaxar, entre outros. Também está associada a essa tendência, a procura por produtos com propriedades cosméticas, mercado considerado bastante promissor.

O problema do excesso de peso e obesidade nas populações de vários países estimula os produtos para dietas, alimentos com redução ou eliminação de substâncias calóricas. Portanto, o segmento diet/light deve continuar sua tendência de crescimento, ao qual se está aliando uma nova categoria de produtos com ingredientes específicos para queimar calorias e saciar o apetite.

Nos países desenvolvidos, consolida-se o consumo de alimentos orgânicos, os quais enfrentam a concorrência das versões naturais de produtos tradicionais, com eliminação de aditivos químicos, entre outras características.

 

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae

Esse é o perfil institucional do Sebrae nessa comunidade. Quer saber mais sobre o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas? Acesse: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/canais_adicionais/o_que_fazemos

Me siga