Cadastrar

Entrar

Esqueceu a senha?

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por e-mail.

Desculpe!, Você precisa se logar para perguntar.

Você precisa se logar para postar no Blog

9 Negócios que nasceram na pandemia

9 Negócios que nasceram na pandemia

A pandemia surpreendeu todos os setores econômicos, desde o setor alimentício, até a área de vendas em geral e saúde. Dentro nestes nichos surgiram negócios que nasceram na pandemia e que iremos lhe apresentar ao longo do artigo de hoje! 

Inicialmente, abordaremos os negócios relacionados ao setor alimentício, mais precisamente o delivery, e posteriormente, as plataformas digitais que nasceram e se expandiram na pandemia.

De forma geral, podemos dizer que, o micro empreendedorismo, foi o que mais se destacou na pandemia! Saiba mais!

A alta no setor de Delivery

Na atual crise pandêmica o setor de delivery é o mais aquecido do mercado.

Isso não quer dizer que o delivery não existia antes do coronavirus, mas com a necessidade de isolamento social, este foi o setor que mais se desenvolveu, não só no âmbito alimentício, como em outras áreas, tais como vendas de roupas, eletrônicos, etc. Confira a seguir algumas empresas que surfaram na onda de crescimento deste setor durante a pandemia.

Surpreenda Delivery

O nascimento de Surpreenda Delivery teve como origem o propósito de oferecer experiências diferenciadas para as pessoas que estavam em isolamento social na pandemia. 

Os criadores apostaram em cestas gourmet, personalizadas para presentear, por exemplo.

Assim como a maioria dos negócios que nasceram na crise, a marca funciona de forma online e atende em São Paulo e região atualmente.

Um Teco de Sabor

Dona da Pizzaria Graminha (fechada durante o lockdown), na cidade de Santos (SP), Harianne Barros, fundou a Um Teco de Sabor. 

O estabelecimento recebe pedidos até as quintas-feiras, de diversos aperitivos da gastronomia italiana. As entregas são realizadas no final de semana (sexta a domingo).

Felejo

Nascido da dificuldade financeira de um casal (Fernanda e Leandro), em que necessitavam de dinheiro para realizar o casamento e reembolsar os clientes, este empreendimento está entre os negócios que nasceram na pandemia e que deram muito certo!

O negócio surgiu após os dois fotógrafos terem seus contratos de trabalho cancelados. Foi aí que decidiram fazer  pães e palhas italianas. Rapidamente o talento culinário do casal virou negócio e foi um verdadeiro sucesso!

Apaixonados pela nova ocupação, a qual funciona desde março na cidade do Rio de Janeiro, a empresa do casal também realiza entregas delivery. 

É na dificuldade que nascem os microempreendedores, não é mesmo?

Burguer do Jão

A exemplo do Falejo, o empreendimento Burguer do Jão também nasceu de uma dificuldade de seu criador. João Ferreira, com apenas R$ 200 e o contrato de trabalho suspenso, decidiu investir em ingredientes para fazer hambúrgueres, juntamente com o filho e a esposa. 

Inicialmente, os lanches eram feitos em casa, na cidade de Belo Horizonte, onde a família mora. As vendas eram tímidas e feitas para vizinhos do condomínio. 

Pouco a pouco ganharam fama e conseguiram montar um espaço físico para trabalharem exclusivamente no ramo alimentício.

A demanda cresceu, desde então, o negócio tem sido a principal ocupação e fonte de renda de João e sua família.

Famiglia Mandotti

Com a chegada do coronavirus, Viviane Mandotti sentiu a necessidade de gerar uma renda extra para arcar com os custos educacionais de sua filha. E, além disso, a publicitária perdeu seu emprego, enfrentando uma crise financeira desesperadora. 

Desta forma, criou a Famiglia Mandotti, em homenagem às receitas de sua mãe. Hoje comercializa pães, molhos e massas frescas, feitas artesanalmente e vendidas por meio de plataforma online própria e das redes sociais.

TQ Real

Outra história de superação foi a de Jorge Luis, que após perder o emprego devido à pandemia, o engenheiro de sistemas teve que apostar na culinária de seu país (Venezuela), como forma de adquirir uma fonte de renda. 

Desse modo, passou a vender uma iguaria salgada com diversos recheios (tequeños) e que é comercializada por TQ Real (nome da empresa de Jorge).

Essa empresa está fazendo muito sucesso e atualmente faz entregas em São Vicente, Santos e Praia Grande.

Plataformas Digitais

Senior Online

Através de uma videoconferência no Zoom, foi lançada em março, a plataforma  SeniorOnline, a qual é destinada a divulgação de anúncios e consultas de casas de repouso. 

Funciona na região sul do Brasil, e o site apresenta textos informativos sobre a terceira idade. Os interessados podem filtrar a busca pelo nome da instituição, além do valor mínimo e máximo da mensalidade, bem como a localização. 

SalesFarm

É uma plataforma totalmente brasileira, com o foco em terceirização de vendas. 

Com apenas três meses de operação, a plataforma  conecta 6 mil vendedores cadastrados em sua base de empreendedores e está entre os negócios que nasceram na pandemia e que deram muito certo!

É uma ferramenta para gestão de clínicas e hospitais à distância. A plataforma foi lançada pelo empresário Helder Montenegro, e está funcionando desde março de 2021.

A SCAL oferece atendimento de fisioterapia por meio de vídeo chamadas para os interessados e está fazendo um verdadeiro sucesso entre seus clientes.

Juliana Torres

Juliana Torres

Novo na comunidade
Jornalista apaixonada por temas como empreendedorismo, negócios e carreira.

You must login to add a comment.

Posts relacionados