CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Perguntar é uma funcionalidade apenas para usuários registrados.
Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

Entrar


CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

5 dicas para ter grandes empresas como clientes

5 dicas para ter grandes empresas como clientes

Fonte: Revista PEGN

Encadear, evento realizado pelo Sebrae em São Paulo, mostrou como parcerias entre pequenos e grandes negócios são viáveis


Representantes das empresas L’Oréal, Invepar, Anfavea e Gerdau estiveram no evento (Foto: Luiz Prado/Ag. Luz)
Representantes das empresas L’Oréal, Invepar, Anfavea e Gerdau estiveram no evento (Foto: Luiz Prado/Ag. Luz)

Um dos grandes conflitos das pequenas
empresas é competir com as grandes em quesitos como preço e logística. Como
alternativa, alguns empreendedores optam por atuar em nichos específicos e até
artesanais. Por outro lado, existe ainda outra saída para os pequenos negócios:
juntar-se aos gigantes.
A viabilidade das parcerias entre
pequenos e grandes negócios foi discutida nesta quarta-feira (21/5) , no fórum
Encadear, em São Paulo. Em uma série de palestras, executivos e empreendedores
se reuniram para discutir como esse encadeamento  pode ser feito. Marcas
como L’Oréal, Invepar, Anfavea e Gerdau são adeptas desse sistema e, incorporaram
pequenas empresas em processos diversos com a orientação do Sebrae.
Representantes de cada uma delas –
Patrick Sabatier (diretor de relações institucionais da L’Oréal Brasil),
Gustavo Rocha (diretor-presidente da Invepar), Luiz Moan Yabiku Júnior
(presidente da Anfavea) e Jorge Gerdau Johannpeter (presidente do Conselho de
Administração da Gerdau) – estiveram presentes. Eles listaram cinco dicas para
empreendedores que queiram se juntar às grandes empresas:
1. Profissionalize-se
A recomendação foi unânime entre os executivos. Para uma pequena empresa
se juntar às maiores, o primeiro passo é a formalização de seu serviço ou
produto. Algumas corporações, como a L’Oréal, fornecem a qualificação de
profissionais. A marca atua em comunidades do Brasil para instruir
profissionais de beleza. Em troca, cria pontos de distribuição de produtos da
empresa nos salões. “Para estabelecer uma parceria com grandes empresas, o
empreendedor precisa capacitar seu negócio e ajustá-lo às demandas formais,”
diz Gerdau.
2. Conheça seu parceiro
Donos de pequenos negócios são aconselhados a acompanhar de perto suas
empresas. Mas quando o empreendedor quer trabalhar com companhias maiores, ele
também precisa aprender o máximo sobre os parceiros. Dessa forma, é possível
compreender regras, certificações e aumentar a qualidade do serviço ou produto
fornecido.
3. Use o que está ao seu
favor
Empreendimentos menores apresentam vantagens dificilmente alcançadas por
grandes organizações. Estas características podem ser utilizadas para se encadear
às gigantes. Em pedidos emergenciais, por exemplo, pequenas empresas conseguem
se adaptar mais rápido para atender à demanda. Inovação, criatividade e
flexibilidade são qualidades que atraem o olhar de grandes companhias.
4. Saiba onde seu
negócio se encaixa
São diversas as oportunidades de trabalhar com companhias maiores, mas é
preciso saber em qual área o negócio terá mais potencial. Dependendo do produto
ou do serviço prestado, é possível ser fornecedor, fabricante, distribuidor,
varejista ou atuar em áreas pós-venda como reciclagem.
5. Seja paciente
O programa Encadear surgiu para facilitar a criação de parcerias. Mas o
empreendedor não pode pensar que, de uma hora para outra, a vida da empresa
vai mudar. Primeiramente, só empresas realmente competitivas entram na
iniciativa. Ao conseguir uma parceria, o empreendedor deve lembrar que a ação
não será pontual. Haverá uma fase de adaptações, treinamento e qualificações.
Os resultados podem compensar, mas exigem tempo para aparecer.
Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae