CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

11 Tendências Críticas do consumo para 2011

Por Luciana Pecegueiro

Mais um ano começa e com ele se apresentam novas ameaças e oportunidades para as empresas. Muitos já fazem suas previsões para 2011 e no Mercado ao Seu Alcance partilharemos com você nesta e na próxima semana as 11 tendências de consumo que observamos em uma das nossas fontes favoritas. Apenas uma coisa é permanente: a necessidade de mudança e adaptação para atender às necessidades dos consumidores.

Hoje começamos com os esclarecimentos sobre essas tendências e veremos a primeira delas. Assim, ressalta-se que:

a)     São tendências de consumo, e não macro tendências.

b)    As tendências estão em constante mutação, assim as tendências citadas já estão, de alguma maneira, ocorrendo.

c)     Não há apenas 11 tendências rastreadas para 2011, é apenas uma seleção.

d)    Nenhuma tendência se aplica a todos os consumidores.

Passemos então às onze tendências:

1ª tendência: EVENTUAIS ATOS DE BONDADE

Espera-se que, em 2011, as empresas monitorem a “opinião pública” dos consumidores em redes sociais e atue sobre ela com eventuais atos de bondade.

Assim, o investimento nesses atos pode ser o melhor quando se trata da Geração G (de generosidade), dedicando-se ao que é refletido pelas opiniões dos consumidores. Eles anseiam por realismo, pelo toque humano. Assim, a escolha de marcas e o envio de um presente surpresa pode ser uma das formas mais eficazes de se conectar com (potenciais) consumidores, principalmente na América do Norte, Europa e Japão.

Para as marcas, uma estratégia focada nesses eventuais atos de bondade pode significar deixar de ser visto como inflexível e pesado, e sim como mais compassivo e carismático. Isso e é inestimável.

Promover esses atos traduz a capacidade de realmente saber o que está acontecendo na vida dos consumidores, seja algo bom ou ruim. As pessoas atualmente publicam e conscientemente divulgam (a partir do Facebook ou Twitter) mais e mais sobre suas vidas cotidianas e seu humor.

As redes sociais também permitem que esses atos de bondade possam se espalhar muito além de seu destinatário, pois terá todo o prazer de contar a seus amigos e, consequentemente, a seus seguidores sobre uma boa notícia inesperada, por exemplo. Dois exemplos dessa diversão são ilustrados a seguir:

– O serviço de entrega de flores Interflora lançou uma campanha de mídia social no Reino Unido destinada a iluminar a vida dos usuários do Twitter, enviando flores. Como parte da campanha, a Interflora monitora o Twitter procurando usuários que acredita ser necessário animar. Depois de encontrados, os usuários são contatados pelo Twitter, e recebem um buquê de flores como uma surpresa.

– A campanha da companhia aérea holandesa KLM intitulada “Como a Felicidade se Espalha”, tem como base o Foursquare (já falamos sobre esse site em nosso blog) e dá aos passageiros presentes inesperados e sob medida no aeroporto. No mês de novembro de 2010, tão logo alguém fizesse o check-in no Foursquare da KLM dentro da rede de aeroportos em que opera, a equipe surpresa ia online para encontrar mais informações sobre a pessoa. Assim, decidiam por um presente que fosse mais adequado e o dava antes que o cliente voasse. Por exemplo, um viajante escreveu que ele iria perder um jogo de futebol do PSV Eindhoven enquanto ele estava em Nova York. A equipe surpresa, portanto, deu a ele um livro guia de Nova York com todas os bares com transmissão de futebol na cidade destacados em azul.

Quer ver as outras tendências? Clique nos links abaixo:

2ª e 3ª tendências / 4ª e 5ª tendências / 6ª e 7ª tendências / 8ª e 9ª tendências / 10ª e 11ª tendências

Luciana Pecegueiro Furtado, da Unidade de Acesso a Mercados

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae