CADASTRAR

Entrar


Senha perdida

Perdeu sua senha? Por favor, indique o seu endereço de e-mail. Você receberá um link e criará uma nova senha por email.

Adicionar pergunta

Você deve fazer login ou se cadastrar para fazer a pergunta.

CADASTRAR

Você pode se cadastrar gratuitamente no site. Basta clicar em CRIAR UMA CONTA e seguir o passo a passo.

11 Tendências Críticas do consumo para 2011 (parte 4)

Hoje veremos a 6ª e 7ª tendências:

6ª tendência: SAUDÁVEL

Como ter uma boa saúde é mais importante para alguns consumidores do que ter símbolos de status, um número crescente espera novos produtos e serviços de saúde nos próximos 12 meses (e além) para melhorar a sua qualidade de vida, ao invés de apenas tratar doenças. Alguns sinais disso são:

– 73% dos consumidores dos EUA consideram estar fisicamente aptos a estar “bem”, e 74% com a “sensação de bem consigo mesmos”. (Fonte: The Hartman Group, agosto 2010)

– Estima-se que 500 milhões de pessoas em todo o mundo usarão aplicativos móveis de saúde até 2015. (Fonte: Reasearch2Guidance, novembro de 2010)

– Havia cerca de 17 mil aplicativos de saúde disponíveis em novembro de 2010. 57% desses eram destinados aos consumidores, superando os destinados aos profissionais de saúde. (Fonte: Reasearch2Guidance, novembro de 2010)

– O uso mais intenso dos aplicativos relacionados à saúde ou médicos é realizado por jovens adultos: cerca de 15% na faixa etária 18 a 29 tem esses aplicativos, comparado com 8% de usuários com idade entre 30 a 49. (Fonte: The Pew Internet Project, outubro 2010)

Nos próximos 12 meses conte com ainda mais tecnologias portáveis de monitoramento, bem como com a redução de preço delas (os smartphones de muitos consumidores estão mais avançados do que os mais dedicados dispositivos médicos).

Além disso, as redes sociais dedicadas à área médica dão ao público uma plataforma para partilhar, comparar e discutir os seus problemas pessoais de saúde com outros consumidores.

O “consumo” da saúde significa que mais consumidores vão optar por produtos com benefícios à saúde e que realmente são bem desenhados, desejáveis, acessíveis, divertidos, gostosos, interessantes ou estratificados. Alguns exemplos:

– O Strollometer é um dispositivo que controla todos os aspectos de rotina de uma recente mãe. Na tela do gadget, as mães podem verificar sua velocidade, distância percorrida, tempo de exercício, velocidade média e máxima, e a temperatura exterior. Quando a sessão acabar, as mães podem em seguida, inserir os seus dados no site Fit4Mum.com e ver seus resultados em termos de calorias queimadas.

– O Sleep On It é um aplicativo para celular que permite aos usuários controlar seus padrões de sono noturno. A ferramenta gratuita pode determinar quais os fatores que podem estar afetando o sono e quanto tempo é necessário a cada noite para se sentir descansado e energizado. Sleep On It permite aos usuários monitorar o tempo e a qualidade do sono, bem como o tempo gasto cochilando e o humor de forma a ver como o sono impacta sobre a saúde geral e a qualidade de vida.

– Phillips DirectLife é um pequeno e leve monitor portátil que constrói um registro detalhado das atividades diárias dos usuários. Os dados do usuário são enviados para o seu site personalizado DirectLife, mostrando quantas calorias foram queimadas durante o dia. Usuários acompanham seu progresso face aos seus objetivos pessoais, e tem acesso a um treinador pessoal online. Os usuários também podem se comparar com os outros membros e manter contato com a comunidade online para incentivá-los a compartilhar dicas e permanecer motivado.

– Tanto a Microsoft como a Sony lançaram recentemente os controladores de jogo sensíveis a movimentos: o X-Box Kinect e o Playstation Move. Os sistemas usam câmeras para detectar os movimentos dos usuários durante o jogo. Os controladores foram projetados não somente para aumentar a experiência de jogo, mas também, muito parecido com o Nintendo Wii, para adicionar uma dimensão física e saudável, como ocorre com os jogos EA Sports Active 2 e Get Fit with Mel B.

7ª tendência: SOCIAL-LITES e CONSUMIDORES-GÊMEOS

Espere que os consumidores ainda se tornem mais apurados: eles irão difundir, compilar, comentar, compartilhar e recomendar conteúdos, produtos, compras e experiências tanto para os seus amigos como o público em geral.

Em 2011, as palavras da boca e recomendações serão ainda mais dependentes da dinâmica P2P. Os consumidores-gêmeos (consumidores com padrões de consumo e preferências semelhantes, e que, portanto, são fontes valiosas de recomendações sobre o que comprar e experimentar) estão voltados a melhorar a “curadoria de pesquisa”. SOCIAL-Lites estão voltados à descoberta, assim que os consumidores se tornam curadores; ativamente difundindo, remixando, compilando, comentando, compartilhando e recomendando conteúdos, produtos, compras, experiências tanto para os amigos como para o público em geral.

Por que os consumidores querem se tornar curadores? Porque muitos deles estão investindo tempo e esforço na construção da MINHA MARCA, através de perfis online que registram suas opiniões e recomendações. E como o público em economias do conhecimento dá valor a dicas interessantes, relevantes e úteis, ele confere status aos curadores ou SOCIAL-LITES que compartilham percepções.

Além disso, nunca foi tão fácil ser um social-lite. Ao invés de ter que ligar, escrever ou mesmo escrever e-mails personalizados, as redes sociais permitem aos usuários difundir informação a uma vasta gama de pessoas sem interromper ou se intrometer. Assim, os consumidores vão falar mais sobre as marcas deste ano mais do que nunca, e haverá oportunidade para as marcas que criam conteúdo atraente e que os consumidores querem partilhar.

– A Amazon agora permite aos usuários integrar suas contas do Facebook e Amazon. O recurso permite que a Amazon se conecte aos consumidores através da rede social do usuário e, em seguida recomende compras com base nas informações encontradas em seu perfil Facebook (livros, DVDs e músicos).

– O Mombo, dos EUA, analisa os Twitter feeds de usuários em todo o mundo e atribui nota a filmes baseados na opinião coletiva dos usuários do Twitter, com cada tweet sendo processado pela “análise de sentimentos” do site. Usuários que entrarem no Twitter obterão recomendações de filmes baseadas no que eles e seus amigos tem falado.

Quer ver as outras tendências? Clique nos links abaixo:

1ª tendência / 2ª e 3ª tendências / 4ª e 5ª tendências / 8ª e 9ª tendências / 10ª e 11ª tendências

Luciana Pecegueiro Furtado, da Unidade de Acesso a Mercados

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

Deixe um comentário

Sobre Sebrae MercadosSebrae